Como tirar catarro da garganta

Sabemos que não é uma das conversas mais agradáveis, mas estamos aqui para explicar como tirar o catarro da garganta e ajudar você a se livrar do incômodo que é lidar com esse sintoma, seja por alergias, mudanças no clima ou mesmo após pegar uma gripe.

Embora essa secreção faça parte dos mecanismos de defesa do sistema imune, para combater infecções e irritações nas vias respiratórias, o excesso de catarro na garganta pode gerar um grande mal-estar, obstruindo a respiração e até mesmo causando enjoos, em alguns casos.

Pensando nisso, resolvemos deixar as ressalvas de lado e procurar as respostas mais completas para todas suas dúvidas a respeito dele.

Nesse post, vamos explicar o que pode ser quando temos muito catarro na garganta, por que esse sintoma acontece e que ajuda a soltar o catarro e expectorar a secreção. Continue lendo e fique por dentro!

O que é o catarro?

O catarro é o nome dado popularmente a essa secreção viscosa, produzida nas vias respiratórias, utilizada pelo organismo para manter as mucosas que revestem as vias aéreas bem lubrificadas e protegidas, evitando o contato direto de agentes externos que são inalados, prevenindo lesões e infecções.

Também chamado de muco, é produzido o tempo todo pelo organismo, não apenas quando ficamos doentes. Enquanto estamos saudáveis, ele fica bem fluido, transparente e fino. Quando pegamos uma gripe, infecção bacteriana ou temos uma alergia, a consistência e a cor do catarro podem mudar bastante.

Isso acontece por conta de o catarro servir para capturar microrganismos, corpos estranhos e outras partículas que possam estar causando irritação ou atacando as células do local, ao mesmo tempo que ajuda a transportar anticorpos para a região do sistema respiratório que está sob ataque em um quadro de infecção.

Por que temos catarro?

Em condições normais, a secreção nas vias respiratórias serve apenas para mantê-la lubrificada e hidratada, além de capturar agentes externos que possam irritar os tecidos das mucosas, causando coceira, tosse e outros sintomas alérgicos.

Desse modo, serve como um método de prevenção e defesa do sistema respiratório. Porém, as vezes pode não ser o suficiente para evitar uma inflamação de se instalar nas vias aéreas, o que afeta principalmente a garganta e as narinas.

Esse é o porquê de termos o catarro, que é produzido pelas mucosas como uma secreção mais espessa e pegajosa, que captura alérgenos, vírus, bactérias e outros microrganismos que provocam infecções.

Conforme apontado, também é papel do catarro sinalizar ao corpo que as vias aéreas estão sob ataque e servir como meio de transporte para anticorpos, linfócitos e outras células de defesa que são responsáveis pela resposta imunológica.

O que causa catarro na garganta?

A partir do que foi dito até aqui, podemos apontar o que causa o catarro na garganta como todas as viroses, infecções, alergias e inflamações que atacam o sistema respiratório, desde as narinas até os pulmões.

De modo geral, a secreção é produzida pelas mucosas nasais e na região dos brônquios pulmonares. Apesar de servir um propósito importante para o organismo, o excesso de catarro na garganta causa incômodo e costuma provocar a tosse produtiva e carregada.

Para citar as principais causas para o catarro, podemos listar os seguintes problemas de saúde:

  • gripes, resfriados e outras infecções;
  • alergias respiratórias;
  • rinite, sinusite, asma e outras inflamações localizadas;
  • refluxo gástrico;
  • problemas na laringe, região onde ficam as cordas vocais, incluindo câncer e laringite crônica.

Além de ser um sintoma comum em diversos quadros clínicos, como os que foram citados, também pode ser que o catarro aconteça por fatores ambientais e comportamentos prejudiciais ao nosso bem-estar.

Isso inclui passar muito tempo em ambientes fechados e climatizados, por conta do ar frio, seco e estagnado, baixa ingestão de líquidos, principalmente água, tabagismo e consumo exagerado de bebidas com ação diurética, que aceleram a perda de fluidos, como café e álcool.

O que a cor do catarro pode significar?

O tipo do catarro é classificado de acordo com a viscosidade, o volume e a cor da secreção, informações que podem ser úteis para que o médico avalie o quadro clínico e chegue ao diagnóstico da causa para o excesso de catarro na garganta, sugerindo assim um tratamento adequado.

É válido destacar a questão da cor do catarro, que pode dar um importante indício sobre o que causa o sintoma e a severidade do quadro como um todo. Aprenda a identificar essas pistas observando a secreção expectorada:

Catarro transparente ou branco

A secreção transparente, esbranquiçada ou com aparência leitosa é a mais comum, indicando uma inflamação leve das vias respiratórias, principalmente resfriados, alergias, sinusite ou gripe.

Catarro esverdeado/amarelado

Quando o catarro apresenta um tom puxado para o verde ou amarelo, é comum se tratar de uma infecção bacteriana, pois essa coloração indica a presença de neutrófilos no muco produzido, que são um tipo de célula de defesa que atuam no combate a bactérias.

Catarro em tons escuros, como marrom ou preto

O catarro pode apresentar uma coloração bem escura quando a pessoa é exposta constantemente a poluição e fumaça, principalmente produzidas por chaminés.

É algo bastante raro para a população geral, mas pessoas que trabalham com poluentes sem equipamentos de proteção podem sofrem com o problema, apresentando secreção escura, pigarro e outros problemas de saúde.

Catarro rosado

A secreção expectorada pode apresentar um tom branco rosado quando o paciente apresenta acúmulo de líquido nos pulmões, sendo um sintoma observado em pessoas com problemas cardíacos e condições que levam a presença de sangue ao redor desses órgãos.

Catarro com sangue

A presença de manchas de sangue no catarro, que nesse ponto pode ter qualquer cor predominante, indica que há uma lesão aberta nas vias respiratórias.

Dependendo da quantidade, pode se tratar de um machucado simples nas narinas, lesão causada por bronquites ou mesmo algo mais grave, como a pneumonia. De qualquer forma, catarro com sangue exige cuidado imediato, sendo necessário procurar atendimento médico com urgência.

Importante destacar que essas informações não são as únicas observadas para obter um diagnóstico e tratamento adequado. Nunca substitua uma visita ao médico por uma pesquisa no Google, combinado?

Catarro preso na garganta é perigoso?

Antes de falar sobre como tirar o catarro da garganta, é importante esclarecer um fato: não há grandes motivos para preocupação quando ficar com a secreção presa, sentir gosto de catarro na garganta ou engolir o excesso de muco na garganta.

Nenhuma dessas práticas costuma causar problemas à saúde, apenas um pouco de nojo ou desconforto para a pessoa, o que não é nada demais, afinal de contas, são situações que acontecem quando ficamos doentes.

O seu foco principal deve ser, além de aliviar os sintomas, agir no tratamento do que causam eles. Por isso, fique atento ao quadro e procure o médico se necessário.

8 dicas de como tirar catarro da garganta

Agora sim, vamos conferir o que é bom para catarro na garganta. Para aliviar esse desconforto, separamos algumas dicas simples e informações que são úteis para o tratamento das principais causas desse sintoma. Vamos lá?

1. Gargarejo com água morna e sal

Um método simples para aliviar o desconforto e que ajuda a soltar o catarro da garganta é fazer gargarejos com água morna e sal.

A recomendação mais comum é misturar uma colher de sopa de sal marinho em 100 ml de água morna, mexendo bem a solução preparada. Depois, basta colocar uma parte desse líquido na boca, gargarejar por cerca de 15 segundos e cuspir, repetindo o processo até acabar o conteúdo do copo.

A água morna e o sal ajudam a diluir a secreção, facilitando sua absorção pelo organismo. Tome cuidado apenas para não ingerir água muito quente e nem engolir o líquido, pois o excesso de sal pode estimular a perda de fluidos e levar a desidratação.

Você pode fazer o gargarejo de água e sal até três vezes ao dia.

2. Aumento da ingestão de líquidos

A maior parte do catarro é formada por água, por isso, aumentar a ingestão de líquidos pode deixá-lo mais fino e facilitar a eliminação natural da secreção pelo nosso corpo. Em geral, é recomendado beber em torno de dois ou três litros de água todos os dias.

Vale lembrar que esse cuidado também ajuda a remover sujeiras presas na garganta e hidratar a mucosa, diminuindo levemente a irritação em alguns casos.

3. Inalação de vapor e nebulização

O clima seco e frio tende a ressecar as mucosas e deixar o catarro mais espesso. Dessa forma, um método de tirar o catarro da garganta consiste em simplesmente inalar vapores de água ou fazer a nebulização com aparelhos adequados.

Isso ajuda a umidificar as mucosas respiratórias e diluir a secreção. Pode ser feito ao tomar um banho morno ou com o uso de um recipiente com água quente.

4. Lavagem nasal

Uma das causas para o catarro na garganta é o gotejamento pós-nasal, quando a secreção é produzida nas narinas e escorre na parte posterior da faringe. Dessa forma, eliminar o excesso de catarro no nariz pode diminuir o incômodo também nesta região.

Nesse caso, a pessoa pode tentar assoar o nariz, realizar a lavagem nasal com soro fisiológico ou soluções salinas, assim como fazer uso de sprays nasais, desde que siga corretamente as indicações de uso na bula do medicamento.

Para bebês e crianças, a alternativa é usar um aspirador nasal, que é basicamente uma seringa com um tubo que fica na entrada do septo e puxa a secreção.

5. Cuidados com a alimentação

Problemas gástricos, como o refluxo, podem irritar o esôfago e causar o excesso de catarro na garganta, por isso, uma forma de aliviar o sintoma é cuidar da alimentação. Para isso, evite alimentos ultra processados, condimentos e temperos fortes, bebidas gaseificadas, café e álcool.

Ajustar a dieta temporariamente, principalmente antes de dormir, é importante para não piorar o refluxo e aumentar a produção de secreção.

6. Uso de umidificadores de ambiente

Assim como a inalação de vapores, o uso de umidificadores de ambiente é interessante para combater os efeitos do ar seco e frio nas mucosas respiratórias. Eles ajudam a hidratar as vias aéreas e diluir a secreção mais espessa.

7. Chás

Beber chás é uma ótima maneira para tirar o catarro da garganta, principalmente quando se usa ingredientes que ajudam o organismo a tratar a inflamação e diluir a secreção acumulada, como é o caso do mel, limão, gengibre e até o alho.

8. Medicamentos com ação expectorante

Existem medicamentos específicos para ação expectorante, que ajudam a controlar a inflamação, diluir a secreção e promover sua absorção natural pelo organismo. Assim como os sprays nasais, esses medicamentos devem ser usados com cuidado para não ter efeitos adversos.

Confira sempre a bula, tire dúvidas com o médico ou farmacêutico e fique atento a informações sobre dosagem, indicações e contraindicações desses remédios.

Enfim, essas foram nossas dicas de como tirar o catarro da garganta, com recomendações caseiras e medicamentosas que são bastante acessíveis e seguras, desde que conduzidas com atenção e cuidado.

No geral, além de tratar a secreção, busque aliviar os demais sintomas e tratar a causa do problema, para ter uma melhora mais definitiva.

Para mais dicas de saúde, tratamentos para gripe, bem-estar e imunidade, confira outros posts do blog Portal da Saúde.

Imagem ilustrativa com embalagens de todos os produtos Benegrip

Sobre o autor

Benegrip

Benegrip possui tradição e confiança para cuidar de você e da sua família.

Benegrip® é recomendado para alívio dos sintomas das gripes e resfriados, como dor, febre, nariz entupido e coriza.

Conheça o autor

Encontre o Benegrip ideal para você

Embalagem do Benedesc Plus

Benedesc Plus

Descongestionante e antialérgico líquido feito especialmente para crianças acima de 2 anos

Encontre aqui Saiba mais
Imagem da embalagem de Benegrip.

Benegrip®

O poder dos dois comprimidos
Benegrip® combate de maneira eficaz os sintomas de gripes e resfriados.1

Encontre aqui Saiba mais
Imagem da embalagem de Benegrip® Multi Dia.

Benegrip® Multi Dia

Combate os sintomas de gripes e resfriados, com um potente* efeito analgésico e descongestionante, sem dar sono4.

Encontre aqui Saiba mais
Imagem da embalagem de Benegrip® Multi Noite.

Benegrip® Multi Noite

Combate os sintomas de gripes e resfriados com um potente* efeito analgésico, descongestionante e antialérgico, para ajudar a dormir melhor5.

Encontre aqui Saiba mais

Suplemento Alimentar

Embalagem do Benegrip® Imuno Energy

Benegrip® Imuno

Cuida da sua imunidade e energia para te ajudar na recuperação da gripe.

Encontre aqui Saiba mais