Usamos cookies para personalizar conteúdos e melhorar a sua experiência. Para mais informações, acesse o nosso Aviso Externo de Privacidade.

Tudo sobre a gripe H3N2: sintomas, transmissão, prevenção e tratamento

27/05/2022 gripe-h3n2

No final de 2021, tivemos um aumento súbito dos casos de gripe H3N2, um subtipo comum da Influenza A. De modo geral, trata-se de umas principais variações sazonais da doença, no entanto, há certa preocupação pelo surgimento de uma nova cepa e do alto número de infectados fora desse período. 

Assim como todo tipo de gripe, é essencial tomar cuidados para prevenir a transmissão, aliviar os sintomas e evitar complicações. Mesmo sendo uma doença comum e com menor risco quando comparada à covid-19, a informação é essencial para preservar sua saúde e bem-estar. 

Por isso, montamos um guia completo sobre o que é a gripe H3N2, quais seus sintomas, como ela é transmitida e como é possível evitá-la. Além disso, confira algumas dicas importantes de como tratar os efeitos negativos dessa infecção respiratória até a recuperação completa. 

O que é a gripe H3N2? 

A gripe H3N2 é um subtipo da Influenza A, capaz de infectar aves, porcos e também os humanos. É uma das variações mais comuns da doença, ocupando a segunda colocação em número de casos ao longo da história no país. 

O nome H3N2 é utilizado para simbolizar as proteínas que formam o vírus e seu modelo de ligação. Nesse caso, ocorre pela ligação de três moléculas de hemaglutinina e duas de neuraminidase. 

Por ser capaz de infectar tantos animais diferentes, assim como os humanos, esse vírus tem passado por diversas mutações, resultando em muitas cepas em circulação. Isso levou a um aumento atípico no número de casos da gripe H3N2, principalmente por ocorrer fora da sazonalidade padrão. 

Sintomas da gripe H3N2 

De modo geral, os sintomas da gripe H3N2 se mostram similares aos de tipos comuns da doença, assim como outras infecções respiratórias. São eles: 

  • Febre alta, acima de 38 ºC, com início súbito; 
  • Dor de cabeça; 
  • Dores no corpo, principalmente nas articulações; 
  • Coriza; 
  • Tosse e espirros; 
  • Calafrios; 
  • Fadiga e indisposição; 
  • Náusea e vômito; 
  • Diarreia, principalmente em crianças. 

É importante destacar que os sintomas iniciam de repente, costumam começar pela elevação da temperatura e são mais intensos nos dois primeiros dias.  

Após esse período, é esperado que o paciente apresente uma melhora gradativa até a recuperação completa, que deve ocorrer de sete a dez dias após o início do quadro. 

Qual a diferença entre gripe H1N1, H3N2 e Influenza B? 

É comum, ao falarmos sobre os vários tipos de Influenza, que surjam dúvidas sobre qual a diferença entre gripe H1N1 e a H3N2, ou qualquer outro subgrupo. Na prática, trata-se de vírus com código genético diferente, mas com potencial para causar um quadro muito similar entre elas. 

O que costuma variar é a intensidade dos sintomas, algo que pode ocorrer principalmente pela exposição do sistema imunológico ao patógeno (microrganismo capaz de provocar doenças), permitindo ou não o desenvolvimento de anticorpos específicos para o seu combate, o que influencia na eficiência que nossas defesas irão apresentar. 

Geralmente, o risco é o mesmo. Apesar de controlável, todos os tipos de gripe podem ser fatais quando acometem pessoas dos grupos de risco ou não são tratadas corretamente.  

A principal ameaça é a evolução do quadro para uma pneumonia ou ainda o impacto que a doença tem no sistema imune, enfraquecendo nossas defesas e abrindo uma brecha para vírus e bactérias oportunistas. 

Como a gripe H3N2 é transmitida? 

O modelo de transmissão da gripe H3N2 é similar ao de outras doenças respiratórias causadas por vírus. Ela costuma ocorrer por meio de gotículas de saliva contaminada suspensas no ar, expelidas quando a pessoa doente espirra, tosse ou simplesmente fala. 

Também pode acontecer ao compartilhar objetos e tocar superfícies contaminadas. O vírus pode sobreviver por um curto período nesses locais. Porém, se uma pessoa entrar em contato direto com eles e depois levar as mãos ao rosto, sobretudo nos olhos, poderá ser infectada. 

Como evitar a gripe H3N2 e outras variações da doença? 

A prevenção é muito importante para cuidar da saúde, por isso, saber evitar a gripe H3N2 nesse momento é uma medida essencial para se proteger. Nesse contexto, separamos algumas dicas para ajudar você nesse cuidado. Confira! 

Tomar a vacina contra a gripe 

A prevenção mais eficaz é a vacina contra gripe. Todos os anos, uma nova leva da vacina é produzida para combater as variações mais comuns da doença, bem como as cepas que se encontram em alta naquele período. 

Dessa forma, adquirir o imunizante anualmente tem grande potencial para evitar a doença. Mesmo a vacina da Influenza 2021, que não foi desenvolvida especificamente para a nova cepa, pode prevenir infecções de maior gravidade, com base na imunização cruzada. 

Isso significa que mesmo se for infectado, o mais provável é que os sintomas sejam leves e não causem nenhuma complicação. 

Manter o distanciamento 

As recomendações de distanciamento físico, populares para evitar a covid-19, também são indicadas para evitar a gripe H3N2 e outras variantes da doença. Isso limita a exposição direta às gotículas de saliva de uma pessoa contaminada. 

Usar máscaras corretamente 

Seguindo a dica anterior, também é importante fazer o uso correto de máscaras faciais. Isso significa que é necessário cobrir o nariz e a boca, com a proteção bem justa ao rosto, evitando a entrada do vírus, sem prejudicar a respiração. 

De fato, a melhor máscara no momento é a PFF2, com selo de verificação do INMETRO. Use uma sempre que estiver em público ou no mesmo ambiente que outras pessoas, especialmente quando houver suspeita de gripe, resfriado ou covid-19. 

Fazer a higiene das mãos e objetos pessoais 

Lavar as mãos após contato com objetos compartilhados ou fazer a higienização com álcool-gel é importante para evitar a transmissão por toque.  

Também é recomendado usar o álcool para matar o vírus que pode estar na superfície de itens diversos, desde maçanetas e corrimões até sacolas e outros. 

Como tratar a gripe H3N2? 

O tratamento indicado para a gripe H3N2 segue o padrão para outros tipos de Influenza, sendo focado principalmente no alívio dos sintomas e cuidados gerais com o fortalecimento do organismo. 

De início, o repouso é uma medida importante, não só para evitar a sobrecarga do sistema imunológico com a exposição a outros patógenos, como também para limitar a transmissão do vírus, evitando que outras pessoas sejam contaminadas.  

A seguir, é recomendado reforçar a ingestão de líquidos, principalmente água. A hidratação é essencial para que o corpo possa combater a infecção, além de evitar o ressecamento das mucosas, que pode levar a lesões e aumentar o risco de complicações. 

Junto disso, é vital cuidar da alimentação. Garantir a ingestão de nutrientes irá fornecer ao corpo tudo que precisa para recuperar os danos causados pelo vírus e promover a cura da gripe H3N2. 

Por fim, trate os sintomas da gripe com o auxílio de medicação adequada, seguindo as recomendações de um médico de sua confiança. Remédios com ação analgésica, antitérmica e anti-histamínica costumam ser prescritos nesses casos. 

Em resumo, a gripe H3N2 deve ser tratada com o mesmo cuidado de outros tipos da doença.  

O risco de complicações existe, principalmente entre crianças, idosos, gestantes e pessoas com comorbidades, mas cada um que é infectado pode ajudar na transmissão do vírus, fazendo com que a prevenção seja um problema de todos. 

Se possível, tome a vacina da gripe e estenda os cuidados contra a covid-19 para se prevenir da Influenza. Compartilhe esse post com familiares e amigos, para espalhar boa informação e auxiliar no combate à gripe. Até a próxima!

Se for gripe, Benegrip!

Imagem ilustrativa com embalagens dos produtos Benegrip, Benegrip Multi Dia, Benegrip Multi Noite e Benegrip Multi. Em fundo laranja, com o texto escrito

Benegrip tem a linha mais completa* do mercado para o tratamento dos sintomas de gripes e resfriados. Para promover o bem-estar e te ajudar a enfrentar a gripe , Benegrip está disponível em diferentes versões, para variados momentos e necessidades de toda a família!

Benegrip: versão tradicional e eficaz contra os sintomas da gripe. Com o poder dos 2 comprimidos (verde e laranja), combate as dores, febre, congestão nasal. Saiba mais sobre Benegrip

Benegrip Multi: antigripal líquido infantil para crianças a partir de 2 anos. Sua fórmula é feita à base de paracetamol, que combate as dores e a febre. Além disso, tem descongestionante e antialérgico que ajuda a acabar com o nariz entupido. Conheça o Benegrip Multi para cuidar da gripe das crianças!

Benegrip Multi Dia e Multi Noite: Fórmulas pensadas especialmente para os diferentes sintomas do Dia e da Noite e com forte** poder analgésico e descongestionante. A versão Dia não dá sono e contém descongestionante nasal. Já a versão Noite tem antialérgico e ajuda a dormir melhor. Veja como Benegrip Multi Dia e Multi Noite podem te ajudar.
*Linha com a maior quantidade de SKUs do mercado de antigripais. Fonte: IQVIA-PMB Mar/21.**Fórmula com alta concentração de ativos (800mg de paracetamol + 20mg de fenilefrina)