Imagem do post Anemia baixa a imunidade: qual o risco + como se prevenir?

Uma pessoa anêmica tende a sofrer com cansaço, fadiga, falta de apetite, apatia e perda da capacidade cognitiva. O que muitos não sabem é que a anemia baixa a imunidade, principalmente na infância, o que aumenta o risco de infecções e doenças recorrentes. 1

Dessa forma, tratar a deficiência de ferro, que é uma das causas mais frequentes de anemia, pode fazer a diferença no desenvolvimento infantil. 2

O impacto dessa condição ocorre porque, além de retardar o crescimento e provocar dificuldades de aprendizagem, a anemia tem a ver com a imunidade baixa. 2

Ou seja, é capaz de aumentar a incidência de gripes, resfriados e outras viroses, ao mesmo tempo que potencializa a vulnerabilidade dos pequenos em relação a complicações mais severas, como a pneumonia. 3

Para ajudar na prevenção de ambas as condições e evitar que a anemia baixe a imunidade dos seus filhos, criamos esse post com os principais sintomas desses quadros clínicos, destacando o que pode ser feito para sanar o problema. Continue lendo!

O que é a anemia?

A anemia é uma condição de saúde caracterizada pela baixa contagem de glóbulos vermelhos, resultando na falta de hemoglobina na circulação sanguínea. Essa proteína é essencial para o transporte de oxigênio no sangue. Isso porque, sem ela, a oxigenação é prejudicada, resultando em problemas cardiorrespiratórios, fraqueza, apatia e muitos outros problemas. 1

Existem muitos tipos de anemia, classificadas de acordo com a causa do quadro. A mais comum é provocada pela deficiência de ferro, mais frequente entre as faixas mais carentes da população, afetando principalmente bebês e crianças pequenas. 1

Além da anemia ferropriva, como é oficialmente conhecida, a queda dos níveis de hemoglobina também pode ocorrer em qualquer situação associada a hemorragias excessivas, bem como pela baixa produção ou destruição acelerada dos glóbulos vermelhos. 1

O que a anemia causa em crianças?

A doença pode afetar severamente as crianças, especialmente na faixa etária até os cinco anos de idade. Os sintomas mais comuns de anemia na infância incluem: fadiga, palidez, fraqueza, lentidão no crescimento, dificuldade de aprendizado, apatia e falta de peso ao nascer. 3

A condição pode ser provocada por deficiência de ferro e outros nutrientes, como vitamina B12 e ácido fólico. Assim, a importância de uma alimentação nutritiva e equilibrada desde os primeiros anos de vida fica ainda mais evidente. 2

Sintomas da anemia incluem baixa imunidade

A anemia baixa a imunidade e aumenta o risco de infecções e complicações. Ela interfere na resposta imunológica a corpos estranhos, como vírus e bactérias, diminuindo a eficácia e a manutenção de níveis ideais de células de defesa prontas para combater essas ameaças. 2

Por que a anemia baixa a imunidade?

A anemia tem a ver com a baixa imunidade por prejudicar a oxigenação do organismo que, por si só, é relevante para várias funções biológicas essenciais. A condição fica mais severa com a deficiência de ferro, que é um mineral muito importante para o sistema imunológico, que precisa dele para produzir anticorpos, células de defesa e viabilizar os mecanismos de defesa do corpo. 2

Em outras palavras, a imunidade precisa de ferro para criar novas células para combater patógenos e outras ameaças à saúde humana. Quando em falta, a capacidade de reagir a esses perigos perde eficiência e se torna bastante inadequada. 2

Sinais de imunidade baixa infantil

Quando a criança está com a imunidade baixa, ela pode apresentar um ou mais desses sintomas 2:

  • inflamações recorrentes, com mais de quatro episódios anuais de doenças como sinusite, otite aguda e amigdalite;
  • casos frequentes de diarreia;
  • desenvolvimento de quadros de asma e bronquite;
  • problemas estomacais recorrentes, como estomatite, náusea e vômito;
  • prostração e apatia;
  • complicações frequentes de casos de gripe e resfriado, como a pneumonia.

Nesse contexto, é válido destacar que o sistema imunológico infantil ainda não está completamente desenvolvido nessa fase da vida. Ou seja, ele precisa amadurecer com o tempo, à medida que a criança tem contato com microrganismos diversos e adquire anticorpos para combater os efeitos desses patógenos. 4

Por esse motivo, os pequenos ficam doentes com uma frequência maior que a dos adultos, especialmente no início da fase escolar. A diferença é que, quando a imunidade está baixa, os casos ficam muito próximos uns dos outros, de maneira que a criança mal se recupera de uma infecção e já apresenta outra virose na sequência. 4

Além disso, o quadro de sintomas costuma ser mais severo nessas condições, com alto risco de complicações graves. 4

O que mais baixa a imunidade?

A anemia baixa a imunidade, mas não é o único fator que provoca esse quadro. Outras causas incluem 4:

  • falta de vacinas;
  • alimentação inadequada;
  • falta de nutrientes, como ferro, ácido fólico e vitamina B12;
  • nascimento prematuro;
  • falta de leite materno nos primeiros meses de vida;
  • má higiene;
  • sono inadequado;
  • falta de exercícios e brincadeiras que demandam esforço físico;
  • falta de contato com outras crianças.

Conforme mencionado, para desenvolver anticorpos e fortalecer as defesas do corpo, é necessário ter contato com ambientes diversos e outras pessoas, principalmente outras crianças. Além disso, não se deve descuidar de questões relacionadas à alimentação, higiene e qualidade do sono. 4

Riscos que anemia e baixa imunidade podem trazer às crianças

A combinação de anemia e baixa imunidade pode ter consequências severas para o crescimento e desenvolvimento dos pequenos. Até completarem cinco anos de idade, o risco de mortalidade nessas condições é elevado. Mesmo em casos mais amenos, as capacidades físicas e mentais podem ser impactadas. 2

Há sério risco de retardamento no crescimento da criança, apatia severa, indisposição, falta de condicionamento físico, problemas de aprendizado, lentidão mental, episódios recorrentes de fraqueza e a própria frequência elevada de viroses e outras infecções. 2

Como aumentar a imunidade infantil?

Para combater quadros de anemia e aumentar a imunidade infantil, é importante tomar os seguintes cuidados 2:

  • garantir uma alimentação balanceada e nutritiva, rica em proteínas, fibras, carboidratos, vitaminas e minerais;
  • consumir suplementos em caso de hipovitaminose ou condições associadas à baixa absorção de nutrientes;
  • desenvolver hábitos de higiene pessoal para evitar contaminações;
  • incentivar a hidratação;
  • estimular a prática de atividades físicas;
  • passar tempo brincando ao ar livre, em contato com a natureza e outras crianças;
  • desenvolver uma rotina de sono saudável;
  • tomar todas as vacinas.

Essas medidas são importantes para prevenir anemias e outras deficiências nutricionais, além de estimular hábitos mais saudáveis e promover a preocupação com o bem-estar desde os primeiros anos de vida, consequentemente fortalecendo o sistema imunológico e desenvolvendo o organismo. 2

Conclusão

Entre as diversas ameaças que provoca, a anemia baixa a imunidade e tem um impacto mais significativo entre as crianças, especialmente até os cinco anos de idade. A combinação dessas duas condições pode ser prejudicial ao desenvolvimento infantil e causar danos irreversíveis ao crescimento e amadurecimento dos pequenos. 2

Para contornar o problema, que é uma questão de saúde pública, a alimentação infantil deve estar em foco, para garantir a ingestão das quantidades necessárias de vitaminas e minerais essenciais, como é o caso do ferro, zinco, vitamina A, C, E e do complexo B.2

Esperamos que as dicas de como fortalecer a imunidade infantil tenham sido úteis para melhorar a saúde dos seus filhos. Se gostou do conteúdo, continue navegando pelo blog Portal da Saúde. Confira algumas sugestões de leitura:

 
Imagem ilustrativa com embalagem do produto Benegrip Imuno Energy

Encontre o Benegrip ideal para você

Imagem da embalagem de Benegrip.

Benegrip®

O poder dos dois comprimidos
Benegrip® combate de maneira eficaz os sintomas de gripes e resfriados.1

Encontre aqui Saiba mais
Imagem da embalagem de Benegrip® Multi Dia.

Benegrip® Multi Dia

Combate os sintomas de gripes e resfriados, com um potente* efeito analgésico e descongestionante, sem dar sono4.

Encontre aqui Saiba mais
Imagem da embalagem de Benegrip® Multi Noite.

Benegrip® Multi Noite

Combate os sintomas de gripes e resfriados com um potente* efeito analgésico, descongestionante e antialérgico, para ajudar a dormir melhor5.

Encontre aqui Saiba mais

Suplemento Alimentar

Embalagem do Benegrip® Imuno Energy

Benegrip® Imuno

Cuida da sua imunidade e energia para te ajudar na recuperação da gripe.

Encontre aqui Saiba mais