string(338) "SELECT * FROM ctas INNER JOIN tipo_conteudos ON tipo_conteudos.idConteudos = ctas.tipoConteudoCta INNER JOIN projetos ON projetos.idProjeto = tipo_conteudos.idConteudos INNER JOIN rel_ctas_posts ON rel_ctas_posts.relCta = ctas.idCta INNER JOIN posts ON rel_ctas_posts.relPost = posts.idPost WHERE ctas.idConteudos="16" AND relPost="1797";" O que são sais minerais e onde são encontrados? Confira sua importância!

Usamos cookies para personalizar conteúdos e melhorar a sua experiência. Para mais informações, acesse o nosso Aviso Externo de Privacidade.

O que são sais minerais e onde são encontrados? Confira sua importância!

23/06/2022 o que são sais minerais

Você sabe o que são sais minerais e qual sua importância para o nosso organismo? Classificados como substâncias inorgânicas, assim como a água, eles representam um tipo de nutriente capaz de participar de diversas áreas do nosso metabolismo.

Assim como vitaminas, os sais minerais podem fazer parte de estruturas como ossos, músculos, dentes e pele, além de atuar na regulação de fluidos e secreções, facilitar o envio de impulsos do sistema nervoso e estimular diretamente a respiração celular.

Quer saber o que são sais minerais, onde são encontrados, qual concentração diária recomendada para consumo e qual a importância geral desses nutrientes para a saúde e bem-estar? Então continue lendo e saiba mais!

O que são sais minerais?

Conforme apontamos, sais minerais são nutrientes importantes para a formação de estruturas e funcionamento do organismo em diversas áreas, auxiliando na manutenção geral de ossos e músculos, assim como da atividade adequada para o cérebro e coração.

Isso acontece em parte pela utilização dos minerais na produção de enzimas e hormônios em nosso metabolismo, ou seja, as funções biológicas dependem desses componentes tanto quanto precisa de vitaminas.

Após destacar o que são sais minerais, vale citar o subgrupo dos minerais essenciais, que são de grande importância para a atividade metabólica diária. De acordo com a concentração de sais minerais necessária para o consumo diário, temos a seguinte divisão:

  • Macrominerais: componentes que precisam ser ingeridos em maior quantidade diariamente, acima de 100 miligramas. Nesse grupo temos o cálcio, fósforo e o potássio, elementos importantes para fortalecimento e formação dos ossos, regulagem e produção de secreções, entre outras;
  • Microminerais: indicando um consumo inferior a 100 miligramas por dia, temos outro grupo de minerais essenciais, que incluem o ferro, zinco e selênio, úteis para fornecer ao organismo materiais para metabolização bioquímica, manutenção do sistema imune e preservação da estrutura celular por meio de ação antioxidante.

Qual a importância dos sais minerais?

Entre as atividades que demandam a ingestão regular de sais minerais, a formação de tecidos, cicatrização e eficácia do sistema imunológico são apenas alguns dos exemplos relevantes, que demonstram a importância dos sais minerais para o ser humano.

Como o corpo não é capaz de produzir naturalmente esses nutrientes inorgânicos, é essencial que sua ingestão diária seja garantida por meio da nossa dieta ou com a utilização de suplementos, garantindo assim o acesso aos benefícios conhecidos dos minerais.

Por outro lado, também é relevante apontar que condições clínicas e tratamentos contínuos com medicamentos para comorbidades podem interagir com o metabolismo e a concentração de sais minerais presente no corpo, sendo necessário alterar a quantidade ingerida para um nível mais seguro.

Principais exemplos de sais minerais + onde encontrá-los + função no organismo

Para ter uma noção mais completa sobre qual a importância dos sais minerais e quais desses nutrientes são considerados essenciais para nossa saúde, temos de conhecer alguns exemplos importantes desse grupo, onde encontrá-los e para que servem.

Assim, agora que já explicamos o que são sais minerais, vamos listar 10 nutrientes desse grupo e quais suas funções biológicas mais importantes. Confira:

1. Cálcio

Frequentemente associado à saúde dos ossos, o que não é por acaso. Porém, além de agir para termos ossos e dentes saudáveis, também é importante para estimular a contração muscular, condução de sinais nervosos, produção de energia nas células, coagulação do sangue e imunidade.

As principais fontes de cálcio são laticínios em geral, mas essa não é a única alternativa para obter tal nutriente, já que vegetais folhosos e verde escuros, como couve e brócolis, também são ricos nesse mineral.

2. Flúor

O flúor é conhecido como um mineral de grande importância para prevenir a deterioração dos dentes, mas também devemos ressaltar que ele atua na formação de diversos tecidos e estruturas celulares. De modo geral, as fontes mais comuns de flúor são cremes dentais e a água mineral.

3. Ferro

O ferro participa da formação dos glóbulos vermelhos no sangue, as chamadas hemoglobinas, responsáveis por carregar o oxigênio na corrente sanguínea.

Em geral, é exigido em pequenas quantidades, porém as mulheres precisam consumir em média o dobro da quantidade recomendada para os homens, o que acontece por conta do maior risco de anemia em decorrência da menstruação.

Temos uma grande variedade de fontes de ferro para nossa dieta, como carnes, gema de ovos, cereais integrais, vegetais como a couve e a beterraba, além de leguminosas como o feijão e a lentilha.

Para melhor absorção do ferro não-heme, de origem vegetal, é importante associar seu consumo a ingestão de vitamina C, que ajuda a quebrar suas moléculas.

4. Zinco

O zinco é um mineral com ação antioxidante e essencial para o desenvolvimento de um organismo saudável desde a infância até a fase adulta. Regula o amadurecimento do sistema reprodutor, ajuda na produção de insulina e compõe o sistema imunológico para proteger o corpo de doenças diversas.

Pode ser encontrado em carnes, ovos, frutos do mar, castanhas e leguminosas, principalmente o grão de bico.

5. Iodo

O iodo é essencial para o funcionamento adequado da glândula tireoide, responsável pela produção hormonal no corpo humano. Com isso, esse mineral é muito importante para o desenvolvimento corporal, regulação do peso e crescimento, entre outros fatores.

6. Fósforo

Sua função é similar ao cálcio, colocando o fósforo como um importante mineral para o fortalecimento da estrutura óssea. Além disso, faz parte da formação de membranas celulares, aciona atividades enzimáticas e ainda é uma importante fonte de energia para o organismo.

Pode ser encontrado em leite e derivados, carnes, peixes, frutas frescas e na semente de girassol, entre outras.

7. Selênio

Essencial para a nossa imunidade, o selênio tem ação antioxidante e ajuda a evitar problemas cardiovasculares, vários tipos de câncer e doenças degenerativas como o Alzheimer. Ele também contribui para a função hormonal na tireoide, possibilitando a perda de peso.

As principais fontes de selênio incluem a gema de ovos, cereais como o trigo, sementes e nozes, como a castanha-do-pará.

8. Potássio

Componente de grande importância para as células do sistema nervoso, estimula a atividade metabólica para produção de proteínas e glicogênio, além de contribuir para o controle da pressão arterial, níveis de hidratação no organismo e outras funções biológicas.

A banana é uma excelente fonte de potássio, que também pode ser encontrado no leite, abacate, mamão e amendoim.

9. Magnésio

O magnésio age diretamente na sintetização de enzimas e da vitamina D, auxilia também na produção de energia nas estruturas do nosso organismo, além de realizar trocas iônicas nas membranas celulares e duplicar ácidos nucleicos.

Pode ser encontrado em peixes, nozes, feijões, cereais integrais e vegetais verdes folhosos.

10. Sódio

Embora o consumo de sódio mereça alguns cuidados, ele é essencial para regular a quantidade de água no corpo humano, ajuda na condução de sinais nervosos, contração muscular e atua diretamente na pressão arterial, o que também faz dele um risco para quem sofre com pressão alta.

Para pessoas saudáveis, o consumo moderado de sódio pode ser benéfico, utilizando como fontes nutricionais o sal, carnes, queijos e vegetais em conserva.

Quando é necessário suplementar sais minerais?

Conhecendo o que são os sais minerais e sua importância para a nossa saúde, é relevante destacar que a deficiência desses nutrientes pode trazer riscos consideráveis para o nosso bem-estar. Pessoas com dificuldade em garantir a ingestão diária recomendada de sais minerais pode optar pela suplementação.

Isso pode ocorrer tanto pela dificuldade de acesso a fontes nutricionais específicas ou problemas na absorção desses nutrientes.

Para que o consumo de suplementos alimentares seja feito com segurança, pacientes com comorbidades e em tratamentos com medicação contínua devem consultar o médico e se atentar as recomendações de uso para esses produtos.