Usamos cookies para personalizar conteúdos e melhorar a sua experiência. Para mais informações, acesse o nosso Aviso Externo de Privacidade.

Quais são as causas da dor de garganta mais comuns? Descubra agora!

27/05/2022 causas-da-dor-de-garganta

Mudanças bruscas de temperatura, clima seco, doenças respiratórias, temos muitas causas para dor de garganta, com uma grande certeza em todos os casos, o desconforto provocado por esse sintoma impacta severamente o nosso bem-estar.  

A alimentação é prejudicada por conta da dificuldade e dor ao engolir. De maneira similar, a inflamação pode vir acompanhada de tosse, catarro e falta de ar, fatores que prejudicam o repouso e aumentam a sensação de fadiga. 

No entanto, trata-se de um sintoma simples de ser tratado, considerando principalmente as principais causas da dor de garganta, que são reações de baixa gravidade.  

É claro que também pode se tratar de uma doença mais grave, mas casos assim são mais raros e podem envolver hábitos de risco, como o tabagismo e frequente exposição a poluentes aéreos. 

Vamos explicar o que causa a dor de garganta, mostra os sintomas que costumam acompanhar esse tipo de desconforto e exibir formas de aliviar esse tipo de inflamação.  

Também reunimos algumas dicas de como prevenir a dor de garganta, por isso, recomendamos que leia até o final.  

O que é a dor de garganta? 

A dor de garganta é uma inflamação da mucosa que cobre a parede interna da faringe e laringe. Esse processo é uma reação do sistema imune ao detectar microrganismos invasores nessa região, que dilata os vasos sanguíneos para facilitar o transporte de células de defesa até ela. 

Como efeito disso, podemos notar inchaço, vermelhidão e aumento da sensibilidade local. A maior parte dos tratamentos envolve colocar a inflamação sob controle e manter a garganta hidratada, impedindo que o ressecamento piore e cause machucados no tecido interno. 

Enquanto os principais sintomas são a garganta seca e dolorida, também é possível notar a dificuldade de deglutir ou piora na dor com tarefas simples, como falar ou se alimentar. 

Pode ser também que ocorram tosse, rouquidão, febre, dor de cabeça, náusea e vômito, dependendo da severidade de cada caso. 

6 causas da dor de garganta para conhecer agora  

Com o intuito de informar a população e dar um indício de qual o diagnóstico mais provável em cada caso, vamos falar sobre as principais causas da dor de garganta, ou seja, fatores capazes de desencadear esse processo inflamatório. Confira: 

1. Infecções 

Em primeiro lugar, temos as infecções, que podem ser virais ou bacterianas. Gripes e resfriados são causas frequentes para a dor de garganta, sobretudo durante as estações mais frias e secas. 

A presença do vírus ou bactéria pode causar uma infecção local, que pode ser: 

  • faringite: inflamação da faringe, região que liga o nariz, boca e garganta; 
  • laringite: inflamação da laringe, região onde ficam as cordas vocais; 
  • amigdalite: inflamação das amígdalas, dois gânglios linfócitos que ficam ao fundo da garganta. 

De modo geral, infecções que atingem o sistema respiratório superior, nariz, boca e garganta, são possíveis causas para a dor de garganta. 

2. Refluxo gastroesofágico 

O refluxo gastroesofágico ocorre quando o conteúdo do estômago sobe a garganta, colocando o suco gástrico em contato com os tecidos da faringe e laringe. Ao longo do tempo, esse problema causa danos ao tecido e pode provocar a inflamação local. 

3. Garganta seca 

Um fator pouco considerado, mas que também causa dor de garganta, é o ressecamento local, normalmente ligado ao clima, mas que também pode ocorrer quando a pessoa respira principalmente pela boca e não pelo nariz. 

Nesse caso, o ar não passa pelo processo de umidificação ocorrido nas narinas. Além disso, a falta de filtragem pode facilitar a ingestão de microrganismos e corpos estranhos, como poeira e outras partículas presentes no ar. 

A garganta seca está mais vulnerável a ter essas partículas presas, o que provocar a inflamação local e a dor. 

4. Alergias respiratórias 

Similar ao que observamos na menção anterior, alergias que causam irritação local também estão entre os motivos para a dor de garganta.  

Nesse caso, alérgenos como poeira, pelos de animais e outras substâncias são percebidos pelo nosso organismo, que pode começar a produzir muco para limpar as mucosas desde as narinas até a garganta. 

5. Tabagismo e poluição 

Por fim, podemos citar o tabagismo e a poluição atmosférica. A inalação do ar quente e carregado de substâncias tóxicas causa o ressecamento local, aumenta a sensibilidade e pode provocar danos ao tecido, causando pigarro persistente, irritação e dor de garganta. 

6. Uso excessivo da voz 

Talvez isso seja até cômico, mas pessoas que usam muito a voz, como professores, cantores e narradores, precisam cuidar para não sofrer com muita dor de garganta. O uso excessivo das cordas vocais pode provocar a laringite, levando à rouquidão e muito desconforto. 

Como curar dor de garganta? 7 dicas para tratamento 

Para qualquer tratamento ser efetivo, é importante entender o que provocou o quadro. Isso significa que devemos isolar a causa da dor de garganta e evitá-la para dar início ao processo de recuperação. 

A partir disso, repouso, hidratação da garganta e ingestão de nutrientes se tornam as palavras de ordem quando pensamos em como curar a dor de garganta. Confira nossas dicas: 

  1. Beba bastante fluidos para evitar o ressecamento; 
  1. Ingira bebidas e alimentos quentes para aliviar o desconforto; 
  1. Tome sopas e chás são boas para garantir a ingestão de nutrientes; 
  1. Evite forçar a voz sem necessidade; 
  1. Só tome analgésicos e anti-inflamatórios sob prescrição médica; 
  1. Use umidificadores de ambientes para combater os efeitos do clima seco; 
  1. Tome banhos quentes antes de dormir para hidratar as mucosas e facilitar o repouso. 

Podemos observar que as dicas seguem o princípio de evitar o esforço do organismo, evitar mais danos ao tecido que reveste a garganta e estimular a recuperação, fornecendo os nutrientes e fluidos necessários para o sistema imunológico cumprir o seu papel. 

Algumas dessas medidas também servem como método preventivo. Que é o caso de manter a ingestão de líquidos e usar umidificadores durante os períodos mais secos, para evitar a irritação como causa da dor de garganta. 

E então, o que acho das nossas dicas? Fique esperto, não espere a garganta começar a arranhar para se hidratar. Também siga nossas recomendações de prevenção à gripes e resfriados. Nos vemos no próximo post, até lá! 

Se for gripe, Benegrip!

Imagem ilustrativa com embalagens dos produtos Benegrip, Benegrip Multi Dia, Benegrip Multi Noite e Benegrip Multi. Em fundo laranja, com o texto escrito

Benegrip tem a linha mais completa* do mercado para o tratamento dos sintomas de gripes e resfriados. Para promover o bem-estar e te ajudar a enfrentar a gripe , Benegrip está disponível em diferentes versões, para variados momentos e necessidades de toda a família!

Benegrip: versão tradicional e eficaz contra os sintomas da gripe. Com o poder dos 2 comprimidos (verde e laranja), combate as dores, febre, congestão nasal. Saiba mais sobre Benegrip

Benegrip Multi: antigripal líquido infantil para crianças a partir de 2 anos. Sua fórmula é feita à base de paracetamol, que combate as dores e a febre. Além disso, tem descongestionante e antialérgico que ajuda a acabar com o nariz entupido. Conheça o Benegrip Multi para cuidar da gripe das crianças!

Benegrip Multi Dia e Multi Noite: Fórmulas pensadas especialmente para os diferentes sintomas do Dia e da Noite e com forte** poder analgésico e descongestionante. A versão Dia não dá sono e contém descongestionante nasal. Já a versão Noite tem antialérgico e ajuda a dormir melhor. Veja como Benegrip Multi Dia e Multi Noite podem te ajudar.
*Linha com a maior quantidade de SKUs do mercado de antigripais. Fonte: IQVIA-PMB Mar/21.**Fórmula com alta concentração de ativos (800mg de paracetamol + 20mg de fenilefrina)