Imagem do post Sintomas de chikungunya: como identificar e tratar a doença?

A febre chikungunya é uma arbovirose transmitida pelos mosquitos do gênero Aedes, como o Aedes Aegypti, mesmo vetor responsável pela propagação de outras doenças similares, como a dengue e a zika. Para classificar o caso de maneira adequada e seguir o tratamento mais indicado, é essencial conhecer os sintomas de chikungunya e as diferenças específicas dessa condição. 1

Nesse post, vamos abordar como o quadro se manifesta depois da infecção viral, como o mal-estar se diferencia de casos de zika ou dengue e, principalmente, como é o tratamento correto da doença. 2

Continue lendo e fique por dentro!

Quais são os sintomas da chikungunya?

Estatisticamente, cerca de 30% dos casos são assintomáticos. Para os outros 70%, o quadro se inicia após um período de incubação que pode durar entre dois a dez dias. Neles, os sintomas de chikungunya são 1:

  • febre alta e repentina;
  • dores e inchaço nas articulações;
  • dores musculares;
  • dor de cabeça;
  • náusea;
  • fadiga;
  • manchas vermelhas e erupções cutâneas;
  • entre outros.

Vale destacar que a doença pode se dividir em três fases principais 1:

  1. febril ou aguda: com duração média de 5 a 14 dias;
  2. pós-aguda: pode durar até três meses;
  3. crônica: 50% dos casos podem durar mais de três meses e até anos, nos quais a dor nas articulações torna-se uma condição crônica.
  4. Febre alta

A febre causada pela chikungunya tem início súbito, de uma hora para outra, geralmente superando os 38,5 ºC. Ela pode ocorrer de maneira intervalada, indo e voltando, ao longo da fase aguda da doença, principalmente nos primeiros dias da infecção. 3

Dores nas articulações

Também conhecida como artralgia, a dor nas articulações é um dos sintomas de chikungunya que mais prejudicam o bem-estar da pessoa doente. Bem mais dolorosa do que a sensação provocada pela dengue, a condição pode se tornar crônica e persistir por meses ou mesmo anos após o fim do quadro.  1

Inchaço nas articulações

A inflamação das articulações, responsável pela dor intensa, mencionada anteriormente, também é capaz de provocar inchaço nas mãos, pés, pulsos e tornozelos. A combinação desses fatores pode incapacitar a pessoa durante a fase aguda dos sintomas de chikungunya. 1

Dores musculares

Assim como na dengue, a chikungunya pode gerar inflamações generalizadas por todo corpo, inclusive nos músculos, causando muita dor. Somado ao problema das articulações, o desconforto chega a ser incapacitante em muitos casos. 1

Dor de cabeça

A dor de cabeça também é uma queixa comum entre os sintomas de chikungunya, resultante da reação inflamatória do sistema imune para combater a infecção. A cefaleia pode ser notada principalmente no fundo dos olhos. Mesmo assim, esse desconforto é mais manejável do que outros tipos de mal-estar associados ao quadro.  1

Náusea

Algumas pessoas com chikungunya podem apresentar náuseas, bem como dores abdominais, diarreia, vômito e problemas gastrointestinais diversos. O sintoma pode estar ligado a dor de cabeça ou ao impacto da infecção ao organismo, afetando principalmente os mais jovens. 1

As crianças com chikungunya que sofrem com vômito e diarreia precisam de cuidado especial para fazer a reposição de fluidos e prevenir o risco de desidratação.  1

Fadiga

Com o mal-estar por todo o corpo e o esforço do sistema imunológico para combater a infecção, é comum apresentar baixos níveis de energia para lidar com as tarefas do dia a dia, sentindo bastante fadiga e indisposição por conta da doença. 1

Erupção cutânea

A virose pode promover o aparecimento de manchas vermelhas e erupções espalhadas sobre a pele, sintoma que também aparece em outras doenças similares e pode dificultar o diagnóstico adequado. 1

Outros sintomas da chikungunya menos comuns

A chikungunya pode provocar outros sintomas mais raros e complicações atípicas em diversas partes do corpo, como 1:

  • calafrios;
  • dor nas costas;
  • sensibilidade à luz;
  • feridas na boca;
  • inflamações nos olhos;
  • problemas cardiovasculares;
  • insuficiência renal;
  • pneumonia;
  • insuficiência respiratória;
  • hepatite;
  • pancreatite;
  • encefalopatia;
  • paralisia;
  • convulsão.

Como diferenciar sintomas da dengue, zika e chikungunya?

Os sintomas de chikungunya, dengue e zika podem ser muito similares, em especial na fase aguda e primeiros dias do quadro de infecção. A diferença entre as doenças é confirmada apenas com exames laboratoriais, para descobrir o vírus presente no organismo. 2

Cada uma delas é causada por um patógeno diferente. Porém, todos eles são transmitidos pela picada do mosquito Aedes aegypti. 2

Sintomas típicos da dengue

Os sintomas típicos de dengue são 2:

  • febre alta e repentina, de 39 a 40 ºC, com duração média de dois a sete dias;
  • dor de cabeça;
  • dor no corpo;
  • dor nas articulações;
  • fadiga;
  • dor atrás dos olhos.
  • manchas na pele;
  • náusea;
  • diarreia;
  • vômito.

Ao contrário da chikungunya, a dengue possui uma forma hemorrágica que provoca sangramentos pelo corpo e queda da pressão arterial. 2

Sintomas típicos da zika

A zika é menos conhecida que as demais, mas recebeu atenção nos últimos anos por estar ligada a um aumento nos casos de microcefalia em bebês. Os sintomas mais comuns de zika são 2:

  • manchas vermelhas na pele;
  • conjuntivite;
  • febre moderada, abaixo dos 38 ºC;
  • dor de cabeça;
  • dor atrás dos olhos;
  • dor nos músculos e articulações.

O que é bom tomar para chikungunya?

Não há uma cura ou tratamento específico para tratar a infecção viral da chikungunya. O cuidado com a doença é voltado para dar suporte a recuperação conduzida pelo sistema imune e aliviar os sintomas, principalmente a febre e as dores pelo corpo. 3

O uso de analgésicos e antitérmicos pode ser indicado pelo médico. Como não há risco de hemorragia, esse tratamento não exclui os anti-inflamatórios não-esteroides (AINEs), como é recomendado para quadros de dengue. 3

Além disso, é importante estimular a hidratação oral para mitigar o risco de desidratação, assim como cuidar da alimentação para manter a ingestão de nutrientes essenciais para o corpo.  1

O que não se pode tomar com chikungunya?

Apesar de não sofrer a mesma limitação em relação aos AINEs que a dengue, a automedicação e o uso desses fármacos não são práticas recomendadas, principalmente assim que os sintomas se manifestam. 1

É importante procurar unidades básicas de saúde para receber orientação médica e fazer exames com o intuito de confirmar a origem da infecção, descartando a suspeita de dengue. 1

Conclusão

Assim, concluímos o post sobre os principais sintomas de chikungunya. Para finalizar, é importante ressaltar que a prevenção dessa e de outras doenças transmitidas pelo Aedes aegypti consiste em eliminar os criadouros, evitando deixar água parada em pratos de plantas, pneus e outros recipientes expostos ao ar livre. 2

Esperamos que tenha esclarecido suas dúvidas sobre a chikungunya. Para mais informações sobre tratamentos, sintomas, saúde e bem-estar, continue ligado em nosso blog. Até a próxima!

Imagem ilustrativa com embalagens de todos os produtos Benegrip

Encontre o Benegrip ideal para você

Imagem da embalagem de Benegrip.

Benegrip®

O poder dos dois comprimidos
Benegrip® combate de maneira eficaz os sintomas de gripes e resfriados.1

Encontre aqui Saiba mais
Imagem da embalagem de Benegrip® Multi Dia.

Benegrip® Multi Dia

Combate os sintomas de gripes e resfriados, com um potente* efeito analgésico e descongestionante, sem dar sono4.

Encontre aqui Saiba mais
Imagem da embalagem de Benegrip® Multi Noite.

Benegrip® Multi Noite

Combate os sintomas de gripes e resfriados com um potente* efeito analgésico, descongestionante e antialérgico, para ajudar a dormir melhor5.

Encontre aqui Saiba mais

Suplemento Alimentar

Embalagem do Benegrip® Imuno Energy

Benegrip® Imuno

Cuida da sua imunidade e energia para te ajudar na recuperação da gripe.

Encontre aqui Saiba mais