Usamos cookies para personalizar conteúdos e melhorar a sua experiência. Para mais informações, acesse o nosso Aviso Externo de Privacidade.

Rinite ou gripe? Causas, sintomas, tratamento e principais diferenças

04/03/2022 RINITE OU GRIPE

Na dúvida se está com rinite ou gripe? Não se preocupe, vamos explicar qual a diferença entre essas doenças, listar os principais sintomas e indicar a maneira ideal de tratar cada uma delas. 

Muitas doenças respiratórias compartilham sintomas e tendem acontecer com maior frequência durante os meses mais frios e secos do ano. Tanta similaridade costuma confundir e dificultar a busca por um tratamento adequado. 

Veja a seguir o que é a gripe, o que é a rinite e qual a diferença entre elas. Continue lendo! 

O que é a gripe? 

Vamos começar entendendo o que é de fato a gripe e quais os sintomas provocados por essa doença.  

De modo geral, trata-se de uma infecção respiratória que atinge narinas, boca, garganta e pulmões. Apesar de autolimitada e gravidade moderada, ela pode trazer riscos elevados para idosos, crianças, gestantes e outros indivíduos com a saúde debilitada. 

A gripe é causada pelo vírus da Influenza e tem sua sazonalidade durante o outono e inverno, meses onde o clima frio e seco favorece a sobrevida do patógeno no ambiente e também leva a situações que facilitam a transmissão, como ficar em locais fechados e aglomerados, por exemplo. 

Sintomas da gripe 

Os sintomas clássicos da gripe incluem: 

  • Febre alta acima de 38ºC; 
  • Fadiga e indisposição; 
  • Dores musculares; 
  • Dor de cabeça; 
  • Garganta inflamada; 
  • Tosse; 
  • Congestão nasal; 
  • Coriza; 
  • Calafrios; 
  • Diminuição do paladar e apetite. 

Uma importante característica para diferenciar a gripe da rinite e outras doenças respiratórias é o início súbito, que normalmente se dá pelo aumento repentino da temperatura corporal. Depois desse sintoma inicial, outras queixas podem surgir ao longo dos três primeiros dias.  

Após esse período, é comum observar a baixa da febre e diminuição gradativa dos demais sintomas, até a recuperação completa. Em geral, uma gripe comum costuma durar uma média de sete a dez dias, porém, isso pode variar de acordo com o organismo e a imunidade da pessoa. 

O que é a rinite? 

A rinite, por sua vez, é a inflamação da mucosa que reveste a parede interna da cavidade nasal, causando obstrução, irritação e outros sintomas. Podemos dividi-la entre rinite alérgica e não-alérgica.  

No primeiro caso, a pessoa apresenta uma sensibilidade elevada a alérgenos ambientais e a inflamação é resultado dessa reação. Ela pode ser causada, por exemplo, por ácaros, pólen, fungos e agentes externos similares. 

Já a rinite não-alérgica ocorre quando a inflamação não pode ser associada diretamente a um único agente e sua duração também se estende além da exposição a eventuais alérgenos. 

Sintomas de rinite 

Os sintomas da rinite incluem: 

  • Congestão nasal, causada principalmente pela dilatação dos vasos sanguíneos na região;  
  • Rinorreia, também chamada de coriza, é a produção de secreção nas narinas; 
  • Espirros; 
  • Sensação de coceira no nariz e olhos, também chamado de prurido nasal e ocular, respectivamente, causado pela liberação de histamina no organismo. 

Na rinite alérgica, a produção de histamina é um fator mais impactante, o que faz com que o prurido nasal e ocular sejam mais intensos nessa variação da doença. Por outro lado, na rinite não-alérgica a obstrução nasal causada pela inflamação pode ser mais forte e desconfortável. 

Rinite crônica ou aguda: qual a diferença? 

Outra classificação importante que podemos atribuir a casos de rinite não-alérgica diz respeito a duração geral dos seus sintomas.  

Dessa forma, temos a rinite aguda quando o quadro se estende por até quatro semanas, enquanto a rinite crônica é aquela na qual o processo inflamatório se alonga por 12 semanas ou mais. 

O que causa a rinite? 

A rinite pode ser decorrente de processos infecciosos, colocando até mesmo a gripe e o resfriado como uma das suas possíveis causas, além disso, agentes irritantes como ar frio, condimentos, cheiros fortes, fumaça, poluição e certos medicamentos podem dar início ao processo inflamatório. 

Por outro lado, uma pré-disposição do organismo a inflamação nas narinas pode ser a causa para a rinite. Nesse contexto, podemos incluir o desvio de septo e problemas similares que ocasionam formação irregular nos tecidos que compõem os seios nasais. 

Diferença entre gripe e rinite 

Apesar da proximidade entre elas, a diferença de rinite para gripe está na sua extensão. Enquanto a gripe é uma infecção que atinge todo o sistema respiratório, incluindo os pulmões, a rinite é uma inflamação que afeta apenas a mucosa nasal e regiões diretamente adjacentes. 

A rinite pode provocar prurido, obstrução nasal e coriza, enquanto a gripe estende a lista de sintomas para a febre, dores de cabeça e no corpo, fadiga, tosse e outros. 

Também podemos diferenciá-las por sua duração. A gripe é uma infecção autolimitada, curada pelo próprio sistema imune, em um período médio de sete a dez dias, enquanto a rinite leva quatro a doze semanas, podendo ser controlada, mas não curada. 

Por fim, temos as possíveis complicações de cada doença. Enquanto a rinite causa desconforto, ela se limita a esse incômodo, sem oferecer grande risco para a saúde.  

Por outro lado, a gripe é uma infecção viral de maior seriedade, que pode levar até a pneumonia, doença potencialmente letal em pacientes de grupos de risco. 

Como saber se estou com rinite ou gripe? 

Para saber se está com rinite ou gripe, observe os sintomas como um todo, principalmente a ordem que eles apareceram. Por exemplo, na gripe é muito comum que o primeiro efeito sentido seja a febre, depois vem as dores, fadiga, coriza, tosse e demais sintomas. 

Já a rinite, os sintomas iniciais podem variar entre o prurido e a obstrução nasal. A pessoa pode sentir coceira nas narinas, ter os olhos lacrimejantes e apresentar alguma dificuldade para respirar pelo nariz. 

Fique atento a duração do quadro e severidade dos sintomas. Em ambos os casos, você pode obter um diagnóstico preciso ao passar por consulta médica. Além disso, é recomendado procurar o pronto-socorro caso tenha muita dificuldade em respirar, febre que dura por longos períodos ou outro sintoma grave. 

Como tratar a rinite e a gripe? 

Em ambos os casos, o tratamento visa aliviar os sintomas e diminuir o desconforto causado por eles. Para a gripe, esse processo visa preservar o organismo para que o próprio sistema imunológico promova a cura. 

Nesse caso, é indicado fazer repouso absoluto, beber bastante líquidos e manter uma dieta leve e nutritiva, composta por sopas, caldos e canjas. Além disso, banhos com água morna podem ajudar a controlar a febre. 

Também é indicado o uso de medicamentos, principalmente com ação antitérmica e analgésica. Muitos deles também possuem componentes com efeito anti-histamínico e anti-inflamatório, ajudando a aliviar a congestão nasal, coriza e inflamação na garganta. 

Para a rinite, além do uso de anti-histamínicos para aliviar a reação alérgica, também é possível usar descongestionantes nasais e corticoides. Além disso, manter o ambiente limpo e ventilado, retirando itens que acumulam poeira, é uma medida importante. 

Por fim, lavar as narinas com solução salina ou soro fisiológico ajuda a retirar possíveis alérgenos do local e ajudar o organismo a controlar a inflamação. 

Referências consultadas

News In Health. Cold, Flu, or Allergy?. Disponível em: <https://newsinhealth.nih.gov/2014/10/cold-flu-or-allergy;. Acesso em janeiro/2022.

E Sakano, E Sarinho, A Cruz, et al. IV Brazilian Consensus on Rhinitis – an update on allergic rhinitis, Brazilian Journal of Otorhinolaryngology, Volume 84, Issue 1, 2018, Pages 3-14, ISSN 1808-8694, <https://doi.org/10.1016/j.bjorl.2017.10.006.;

World Health Organization. Influenza (Seasonal). 6 de novembro de 2018. Disponível em: <https://www.who.int/news-room/fact-sheets/detail/influenza-(seasonal)gt;. Acesso em janeiro/2022.

Se for gripe, Benegrip!

Imagem ilustrativa com embalagens dos produtos Benegrip, Benegrip Multi Dia, Benegrip Multi Noite e Benegrip Multi. Em fundo laranja, com o texto escrito

Benegrip tem a linha mais completa* do mercado para o tratamento dos sintomas de gripes e resfriados. Para promover o bem-estar e te ajudar a enfrentar a gripe , Benegrip está disponível em diferentes versões, para variados momentos e necessidades de toda a família!

Benegrip: versão tradicional e eficaz contra os sintomas da gripe. Com o poder dos 2 comprimidos (verde e laranja), combate as dores, febre, congestão nasal. Saiba mais sobre Benegrip

Benegrip Multi: antigripal líquido infantil para crianças a partir de 2 anos. Sua fórmula é feita à base de paracetamol, que combate as dores e a febre. Além disso, tem descongestionante e antialérgico que ajuda a acabar com o nariz entupido. Conheça o Benegrip Multi para cuidar da gripe das crianças!

Benegrip Multi Dia e Multi Noite: Fórmulas pensadas especialmente para os diferentes sintomas do Dia e da Noite e com forte** poder analgésico e descongestionante. A versão Dia não dá sono e contém descongestionante nasal. Já a versão Noite tem antialérgico e ajuda a dormir melhor. Veja como Benegrip Multi Dia e Multi Noite podem te ajudar.
*Linha com a maior quantidade de SKUs do mercado de antigripais. Fonte: IQVIA-PMB Mar/21. **Fórmula com alta concentração de ativos (800mg de paracetamol + 20mg de fenilefrina)