nova variante covid

A pandemia global causada pelo coronavírus já ficou no passado, mas isso não significa que deixamos de conviver com o patógeno. Ele continua em circulação e passa por mutações frequentes, como é o caso da nova variante de covid, chamada Éris, que teve o primeiro caso registrado no Brasil em junho de 2023. 1

A variante EG.5, como também é conhecida, foi registrada inicialmente em fevereiro do mesmo ano. Em agosto, junto da cepa Arcturus, já era responsável pela maioria das novas infecções de covid-19. 2

Apesar de ser considerada menos letal, ela pode ser mais contagiosa, o que eleva o nível de preocupação. 1

Já que prevenir é o melhor remédio, vamos abordar o que se sabe até o momento sobre a nova variante de covid em 2023, incluindo quais os sintomas, qual o risco a saúde e como se proteger.

Continue lendo!

Qual é a nova variante da Covid?

A nova variante da covid-19 é a EG.5, apelidada de Éris, que tende a provocar uma infecção moderada, similar à gripe comum, com baixo risco de sintomas graves e complicações. A cepa apresenta um tempo de transmissão menor do que outras versões da doença, portanto é considerada mais contagiosa. 1

Quando a EG.5, ou Éris, surgiu?

A cepa Éris foi registrada inicialmente em fevereiro de 2023. Segundo a OMS, a EG.5 é descendente da linhagem Ômicron. A alteração genética que deu origem à nova variante de covid afetou a proteína spike, relacionada a inserção do vírus no organismo. 1

Dessa forma, o patógeno consegue contaminar e se propagar com mais agilidade, aumentando o número de casos e o potencial de reinfecção. Ou seja, mesmo quem já teve covid corre risco de contrair novamente a doença, por conta das características da mutação. 1

Atualmente classificada como variant under monitoring, que pode ser traduzido como variante sob monitoramento, a Éris se juntou a Arcturus para se tornarem as maiores responsáveis pelos novos casos da doença no mundo. 1

Quais são os sintomas da nova variante da Covid-19?

A cepa Éris não causa um quadro com características únicas. Na maioria das vezes, o caso é similar a uma gripe, que afeta principalmente as vias aéreas superiores. Em geral, os sintomas da nova variante de covid são 1 3:

  • febre alta;
  • tosse;
  • garganta inflamada;
  • coriza;
  • congestão nasal;
  • dor.

Como aliviar os sintomas da nova variante da Covid-19?

Para aliviar os sintomas da nova variante de covid-19, você pode usar medicamentos antigripais com efeito analgésico, antipirético e antialérgico, como é o caso de Benegrip, pois o quadro infeccioso da cepa Éris costuma ser similar ao da gripe. 8

Porém, é importante ressaltar que remédios contra a gripe são efetivos apenas para o mal estar mais leve. Caso apresente sintomas mais severos, como falta de ar, perda de peso e confusão mental, procure atendimento médico com urgência 3.

Essa mutação apresenta mais riscos para a saúde?

Em teoria, a EG.5 não oferece mais riscos à saúde, pois é capaz de provocar um quadro de intensidade leve ou moderada, com baixo risco de infecções graves e complicações. Porém, mesmo com menor índice de fatalidades, a nova variante da covid preocupa por ser altamente contagiosa. 1

Conforme mencionado, ela sofreu mutações na parte do código genético responsável pela transmissão e inserção do vírus no sistema respiratório, causando um escape de imunidade, quando os anticorpos presentes no organismo não estão adaptados a essa mudança, portanto oferecem menos proteção contra a cepa. 4

Dessa forma, a preocupação é que a Éris pode provocar um novo surto de covid-19, pois tem mais chances de reinfecção. 1

Onde a nova variante da Covid está contaminando mais?

De acordo com informações da OMS, 51 países já notificaram casos da EG.5 na nova onda de covid-19 pelo mundo. A cepa Éris foi responsável por cerca de 17% das infecções por coronavírus no início do segundo semestre de 2023, poucos meses depois de ter sido descoberta. 1

Já temos casos no Brasil?

O Brasil já tem pelo menos um caso confirmado da nova variante de covid, chamada Éris, que foi registrado na cidade de São Paulo. A infecção aconteceu em junho de 2023 e a paciente, uma mulher de 71 anos, já se recuperou totalmente da doença. 5

Qual é o tempo de transmissão da nova variante?

O tempo de transmissão da nova variante de covid deve seguir o mesmo padrão da Ômicron, que apresenta um período de incubação de até 72 horas. Ou seja, após contrair o vírus, os sintomas devem surgir após dois ou três dias. 5

Como posso me prevenir contra a Covid Éris?

A prevenção contra a covid Éris é feita a partir dos seguintes cuidados5:

  • use máscara, principalmente se tiver contato com um caso suspeito ou for fazer uma viagem de avião;
  • lave as mãos com frequência, utilizando água e sabão, esfregando as palmas, dedos e costas das mãos por cerca de dois minutos;
  • quando não for possível lavar as mãos com água e sabão, faça a higienização usando álcool em gel;
  • tome a vacina contra a covid-19, basta visitar uma unidade de saúde do sistema público.

Vale lembrar que o uso de máscaras não é mais obrigatório, porém, ele segue recomendado pela Anvisa e demais órgãos de saúde para prevenção de doenças respiratórias, como a covid. Da mesma forma, hábitos de higiene são importantes para evitar a contaminação.

A vacina da covid aplicada nos postos de saúde atualmente, em agosto de 2023, é a bivalente, preparada para proteger contra as variantes predominantes, incluindo a Ômicron, linhagem da qual a Éris é descendente. 6

Houve outras mutações identificadas da Covid em 2023?

No início de 2023 já haviam sido identificadas novas variantes de covid-19, também ligadas a linhagem ômicron. É o caso da XBB 1.16, chamada Arcturus, e da XBB 1.5, a Kraken. Assim como a EG.5 (Éris), são mais transmissíveis e com maior risco de reinfecção. 2

Conclusão

A partir do que se sabe sobre a nova variante da covid, denominada Éris, podemos concluir que não há risco de um aumento significativo no número de casos, em especial os mais graves, mesmo ela sendo mais contagiosa. 5

No entanto, isso não significa que a prevenção é desnecessária. A imunização, os hábitos de higiene e o uso de máscaras seguem como medidas importantes e recomendadas para evitar a contaminação. 5

Caso contrário, o risco de reinfecção e a taxa de transmissão aumentam, resultando em um novo surto de covid-19. 1

Apesar de raramente provocar quadros severos e fatalidades, a propagação elevada do vírus aumenta as chances de ocorrerem mutações, o que pode dar origem a variantes mais preocupantes. 1

Até o momento, tivemos cepas com sintomas mais graves ou mais contagiosas. A prevenção ajuda a evitar que as duas características aconteçam de uma só vez, o que pode ser desastroso para a saúde pública no mundo todo. 4

Além disso, há a preocupação com a síndrome de covid longa, relatada por metade dos pacientes que se recuperaram da doença. A complicação pode provocar sintomas persistentes por meses ou até anos, incluindo tosse, dificuldade respiratória, ansiedade e cefaléia, entre outros. 7

Esperamos que tenha tirado suas dúvidas sobre a nova variante covid Éris e o que fazer para se proteger. Para mais informações sobre doenças respiratórias, sintomas e tratamentos, continue ligado no blog Portal da Saúde. Até a próxima!

1. Organização Mundial da Saúde - OMS. EG.5 Initial Risk Evaluation. Disponível em: https://www.who.int/docs/default-source/coronaviruse/09082023eg.5_ire_final.pdf?sfvrsn=2aa2daee_1#:~:text=Severity%20and%20clinical%20considerations%20There,severity%20due%20to%20EG.5.&text=Level%20of%20risk%3A%20Moderate%2C%20as,as%20rapidly%20increasing%20in%20prevalence. Acesso em agosto/2023.


2. UNA-SUS. A XBB.1.16, vulgo “Arcturus”, é a mais nova variante de interesse do SARS-CoV-2, pode cursar com conjuntivite, e continua a se espalhar pelo mundo. Disponível em: https://www.unasus.gov.br/especial/covid19/markdown/623. Acesso em agosto/2023


3. Instituto Butantan [Internet]. Conheça os sintomas mais comuns da ômicron e de outras variantes da Covid-19. 15 de dezembro de 2021. Disponível em: https://butantan.gov.br/noticias/conheca-os-sintomas-mais-comuns-da-omicron-e-de-outras-variantes-da-covid-19. Acesso em agosto/2023.


4. Instituto Butantan [Internet]. Por que acontecem mutações do SARS-CoV-2 e quais as diferenças entre cada uma das variantes. 09 de setembro de 2021. Disponível em: https://butantan.gov.br/noticias/por-que-acontecem-mutacoes-do-sars-cov-2-e-quais-as-diferencas-entre-cada-uma-das-variantes. Acesso em agosto/2023.


5. UNA-SUS. Ministério da Saúde confirma caso da variante EG.5 no Brasil e reforça vacinação como principal medida de proteção. Disponível em: https://www.unasus.gov.br/noticia/ministerio-da-saude-confirma-caso-da-variante-eg-5-no-brasil-e-reforca-vacinacao-como-principal-medida-de-protecao. Acesso em agosto/2023.


6. Rádio Senado. “Você sabe o que é a vacina bivalente?”. Disponível em: https://www12.senado.leg.br/radio/1/noticia/2023/05/09/voce-sabe-o-que-e-a-vacina-bivalente. Acesso em agosto/2023.


7. Fundação Oswaldo Cruz [Internet]. Pesquisa da Fiocruz avalia síndrome da Covid longa. Disponível em: https://portal.fiocruz.br/noticia/pesquisa-da-fiocruz-avalia-sindrome-da-covid-longa. Acesso em agosto/2023.


8. Secretaria de Saúde de Minas Gerais. CASOS LEVES DE COVID-19: ENTENDA COMO FUNCIONA O TRATAMENTO. Disponível em: https://coronavirus.saude.mg.gov.br/blog/157-tratamento-casos-leves-covid19. Acesso em agosto/2023.


Encontre o Benegrip ideal para você

Imagem da embalagem de Benegrip.

Benegrip®

O poder dos dois comprimidos
Benegrip® combate de maneira eficaz os sintomas de gripes e resfriados.1

Encontre aqui Saiba mais
Imagem da embalagem de Benegrip® Multi Dia.

Benegrip® Multi Dia

Combate os sintomas de gripes e resfriados, com um potente* efeito analgésico e descongestionante, sem dar sono4.

Encontre aqui Saiba mais
Imagem da embalagem de Benegrip® Multi Noite.

Benegrip® Multi Noite

Combate os sintomas de gripes e resfriados com um potente* efeito analgésico, descongestionante e antialérgico, para ajudar a dormir melhor5.

Encontre aqui Saiba mais

Suplemento Alimentar

Embalagem do Benegrip® Imuno Energy

Benegrip® Imuno

Cuida da sua imunidade e energia para te ajudar na recuperação da gripe.

Encontre aqui Saiba mais