Suplemento para imunidade

Suplementos para imunidade ficaram em alta após a pandemia, como alternativa de suprir as necessidades do corpo por nutrientes que ajudam a reforçar nossas defesas. Isso pode levantar o questionamento: eles realmente funcionam ou é apenas uma moda?

Nesse post, vamos entender o que abaixa a imunidade, como aumentá-la com hábitos mais saudáveis e como os suplementos com benefícios para o sistema imune se encaixam nessas recomendações, com tudo que é necessário para entender se essa alternativa é viável para você.

Continue lendo e confira nosso guia completo sobre suplementos para imunidade. Aproveite!

O que é imunidade e como ela funciona?

Antes de falar sobre o que abaixa a imunidade e como ela pode ser fortalecida por meio dos suplementos alimentares, é interessante definir como funcionam de fato as defesas do nosso organismo.

O sistema imune é composto por vários órgãos, tecidos e células do corpo, que atuam por meio de mecanismos de defesa e resposta imunológica para detectar e combater ameaças à nossa saúde, seja em caso de lesões nos tecidos ou invasão de vírus e bactérias que podem causar infecções.

Diversas funções biológicas estão atreladas ao funcionamento do sistema imune, com destaque para a capacidade de cicatrização, desenvolvimento e manutenção de tecidos, além das atividades metabólicas que promovem a produção de anticorpos e outras células de defesa.

As barreiras iniciais, como a nossa pele e os cílios nasais que filtram o ar inalado, servem para impedir que vírus, bactérias e outros microrganismos invadam o corpo. Quando elas são superadas, pode ocorrer uma infecção, com a imunidade atuando para combater a propagação dos patógenos e reparação do impacto causado por eles.

O que aumenta a imunidade do corpo humano?

O sistema imune pode ser inato ou adaptativo. A imunidade inata é disponibilizada ao organismo desde o nascimento, por meio dos nutrientes, anticorpos e defesas desenvolvidas durante a gestação e amamentação infantil

Já a imunidade adaptativa é aquela que pode evoluir no decorrer do crescimento do ser humano. Pode ser chamada de imunidade adquirida, pois conseguimos anticorpos ao sermos expostos a certos vírus e bactérias, como acontece quando se toma uma vacina.

O imunizante contém uma versão desativada do vírus e ensina o corpo a se defender adequadamente, criando anticorpos específicos. Essa é uma das principais maneiras de aumentar a imunidade. Outras medidas importantes consistem em:

  • praticar atividades físicas regulares;
  • minimizar estresse na rotina;
  • procurar manter uma rotina de sono saudável;
  • seguir uma dieta saudável, rica em frutas e vegetais que são fontes de nutrientes essenciais para o corpo, você pode optar também para os suplementos vitamínicos;
  • desenvolver hábitos de higiene pessoal, como usar álcool em gel e lavar as mãos com água e sabão frequentemente;
  • preferir o consumo moderado de bebidas alcoólicas, café e alimentos de baixo valor nutritivo. 

Sinais de boa imunidade

Ter essa preocupação em fortalecer as defesas do organismo, com ou sem o uso de suplementos para imunidade, traz uma série de benefícios importantes, gerando mais qualidade de vida e longevidade. Entre os sinais de imunidade alta, temos:

  • maior disposição para enfrentar a rotina do dia a dia;
  • sono mais tranquilo e reparador todas as noites;
  • melhor desempenho físico e mental;
  • menor risco de infecções e outras doenças, principalmente quadros mais graves.

O que abaixa a imunidade?

Em contrapartida, existem hábitos e situações da rotina que podem prejudicar a saúde e enfraquecer nossas defesas. Entre os exemplos do que abaixa a imunidade, temos:

  • sedentarismo: a falta de exercícios regulares pode facilitar o acúmulo de toxinas no organismo, gordura corporal e piorar a resposta imune de maneira geral, além de aumentar o risco de comorbidades diversas;
  • falta de sono: insônia e falta de uma rotina de sono saudável impedem que o corpo se recupere depois da carga diária, afetando diversas funções biológicas e reduzindo a produção de células de defesa, entre outros fatores importantes para a imunidade;
  • estresse: o excesso de situações estressantes no dia a dia pode gerar prejuízos que vão além da irritabilidade e cansaço, impactando a saúde mental e a capacidade de combater vírus e bactérias, similar ao que acontece em casos de depressão;
  • abuso de substâncias: o fumo e o abuso de álcool causam inflamações e enfraquecem diversas estruturas celulares, provocando uma baixa na imunidade do corpo;
  • hábitos alimentares negativos: aqui temos como exemplo uma dieta pobre em nutrientes e casos onde há excessos na ingestão de gorduras, alimentos processados e açúcares, que geram diversos problemas de saúde e impedem a manutenção do sistema imune.

Sintomas de imunidade baixa

Os sintomas de imunidade baixa começam com o aumento da frequência de infecções respiratórias, além de lidar com sintomas mais intensos durante o quadro, a pessoa também pode sofrer com algumas queixas mais persistentes, que demoram a passar mesmo após a cura.

No geral, o corpo fica sobrecarregado e não consegue se recuperar totalmente, o que deixa brechas para novas infecções oportunistas em pouco tempo. Esse mesmo efeito abaixa a imunidade cada vez mais, podendo resultar em sintomas gradativamente mais intensos.

No dia a dia, a pessoa com baixa imunidade costuma ficar extremamente indisposta, sem energia e produzir pouco, frequentemente atrasa suas tarefas, o que gera mais estresse.

Esse ciclo piora ainda mais com processos inflamatórios mais e mais comuns, principalmente enxaquecas e problemas gastrointestinais.

O que é bom para imunidade baixa?

Considerando o que é bom para imunidade baixa, o mais relevante é procurar o seu médico para fazer um check up completo e entender melhor a situação. Afinal de contas, os sinais citados também são sintomas em outros quadros clínicos.

Depois de entender melhor o estado atual do sistema imune, é hora de adotar novos hábitos para recuperar as defesas do organismo.

Cada pessoa pode exigir uma atenção especial em determinadas áreas, no entanto, as recomendações gerais para recuperar a baixa imunidade podem ser resumidas em seis cuidados principais, que são:

  1. prática de atividades físicas regulares: exercícios podem fornecer serotonina ao organismo, promovendo a sensação de bem-estar, além de acelerar o metabolismo, estimular a produção de anticorpos e melhorar a resposta imune;
  2. hidratação: a ingestão de líquidos, principalmente água, é essencial para a saúde e imunidade, sendo recomendado tomar entre dois e três litros diariamente;
  3. crie uma boa rotina de sono: com tantos estímulos e correria, dormir pode ser difícil, por isso, vale a pena investir em uma rotina relaxante para facilitar o repouso e ajudar a ter um sono restaurador;
  4. tenha as vacinas em dia: a carteira de vacinação completa é a forma mais eficaz de evitar certas doenças e proteger a saúde;
  5. cuide da mente: a saúde mental também importa, então adote hábitos para aliviar o estresse da rotina e busque ajuda quando o desgaste psicológico prejudicar o seu dia a dia;
  6. alimentação balanceada e nutritiva: uma dieta saudável é variada e inclui todos os grupos alimentares, com prioridade para frutas e vegetais que fornecem nutrientes essenciais para manutenção de funções biológicas e para o sistema imune.

Como aumentar a imunidade com suplementos alimentares?

Mesmo com toda a importância da alimentação saudável, nem sempre ela é suficiente para fortalecer o corpo e ajudar no combate a doenças e infecções.

Algumas pessoas podem ter dificuldade em obter nutrientes específicos, seja por falta de fontes nutricionais ou condições de saúde que impedem sua absorção adequada pelo organismo.

No geral, esse é outro motivo para procurar apoio médico, já que é possível obter acompanhamento nutricional para garantir a ingestão de nutrientes ou mesmo identificar problemas de saúde que prejudicam a metabolização de certas vitaminas e minerais.

Também podem acontecer situações em que a deficiência de certos nutrientes atinge níveis severos, causando a chamada hipovitaminose. Dessa forma, suplementos para imunidade, que apresentam altos índices de vitaminas e minerais essenciais, servem para compensar e reparar o quadro.

Entre os nutrientes considerados essenciais para o fortalecimento do sistema imunológico, amplamente encontrados nesse tipo de suplementação, temos:

Vitamina C

Uma das melhores vitaminas para aumentar a imunidade, a vitamina C estimula a regeneração celular e a produção de colágeno, que além de criar tecidos mais fortes, também melhora a capacidade de cicatrização do corpo.

Além disso, oferece ação antioxidante para proteger as células da ação de radicais livres e melhora a eficiência do organismo no combate aos vírus causadores de infecções.

Vitamina A

A vitamina A, encontrada na cenoura, manga e mamão, entre outros vegetais de cor amarela, age como poderoso antioxidante e ajuda na regeneração de tecidos, além de ajudar a manutenção da pele e das nossas mucosas.

Vitamina E

A vitamina E estimula a produção de anticorpos e torna sua atividade mais eficiente, além de ajudar a combater a ação dos radicais livres. No geral, oleaginosas como nozes, amêndoas e castanhas, bem como vegetais de folhas verde-escuro, podem servir de fonte desse nutriente.

Vitamina D

A vitamina D é essencial para regular a concentração de cálcio no organismo, fortalecer os ossos e ajudar no fortalecimento de diversos tipos de células e estruturas orgânicas.

Entre as fontes naturais de vitamina D, temos leite e seus derivados, assim como a gema de ovos. Também pode ser produzida naturalmente durante a exposição ao sol.

Zinco

O zinco possui ação antioxidante e estimula a produção de anticorpos, sendo um mineral de grande importância para a qualidade da resposta imunológica específica em certas doenças. O feijão é uma das principais fontes de zinco na alimentação, assim como o amendoim, leite integral e a gema de ovos.

Selênio

O selênio é um mineral que fornece ação antioxidante e anti-inflamatória ao organismo, aumentando a resistência contra infecções virais. Pode ser encontrado na castanha-do-pará, no trigo e no arroz, entre outros.

Quem pode tomar suplemento para imunidade?

Em termos gerais, qualquer pessoa adulta pode tomar um suplemento para imunidade, desde que não apresente hipersensibilidade ou alergia aos componentes de sua fórmula, além de ter o cuidado de seguir adequadamente as instruções de uso.

Para garantir segurança e evitar riscos, mesmo que as reações adversas sejam mínimas, é interessante buscar orientação médica antes de seguir com o consumo de multivitamínicos.

Qual o melhor suplemento para imunidade?

Na prática, o melhor suplemento para imunidade é aquele que atende as suas necessidades de nutrientes e supre a ausência dessas vitaminas e minerais na alimentação realizada em sua rotina. Para saber o produto ideal, é essencial observar a fórmula e a concentração de cada componente.

Além disso, devemos ressaltar que a ingestão de uma dose extra de nutrientes por si só não será o suficiente para evitar todas as doenças que existem. Para melhorar o aproveitamento dos suplementos para imunidade, é essencial que se esforce para desenvolver outros hábitos saudáveis.

Assim como as recomendações que apontamos para aumentar a imunidade, associar a suplementação com atividades físicas, bom sono, hidratação e boa alimentação também promove resultados mais satisfatórios.

Esperamos que este conteúdo tenha tirado suas dúvidas e mostrado como funcionam os suplementos para imunidade. Para mais dicas de saúde e bem-estar, continue acompanhando o blog Portal da Saúde. Até a próxima!

Chegou Benegrip Imuno!

Imagem ilustrativa com embalagens dos produtos Benegrip Imuno Complex e Benegrip Imuno Energy. Em fundo verde, com o texto escrito

Mais nova linha de Benegrip, agora de suplementos de vitaminas e minerais escolhidos para fortalecer* seu sistema imunológico e reforçar** sua energia.

Benegrip Imuno Complex: O primeiro em cápsulas gelatinosas***, possui uma fórmula exclusiva*** que irá auxiliar na prevenção* e fortalecer* o seu sistema imunológico. Saiba mais!

Benegrip Imuno Energy: Comprimidos efervescentes com um complexo exclusivo*** de vitaminas e minerais escolhidos que irão contribuir com sua energia** e auxiliar no sistema imune. Saiba mais!

Benegrip Imuno Complex e Benegrip Imuno Energy são alimentos isentos de registro de acordo com a RDC 27/2010.*Referente ao Benegrip Imuno Complex que contém vitamina D, C, A e Zinco que auxiliam no funcionamento do sistema imune.**Referente ao Benegrip Imuno Energy que contém vitamina C e Zinco que auxiliam no metabolismo energético, e de proteínas, carboidratos e gorduras, respectivamente.***IQVIA. PMB. Agosto, 2021. Mapeamento do mercado de vitaminas.

Harvard Health Publishing. Can supplements help boost your immune system?. Disponível em: https://www.health.harvard.edu/staying-healthy/can-supplements-help-boost-your-immune-system. Acesso em setembro/2022.


Biblioteca Virtual da Saúde – BVS. O que é e para que serve a vitamina A. Disponível em: https://aps.bvs.br/aps/o-que-e-e-para-que-serve-a-vitamina-a/. Acesso em setembro/2022.


National Institutes of Health. Vitamin C – Fact Sheet for Health Professionals. Disponível em: https://ods.od.nih.gov/factsheets/VitaminC-HealthProfessional/. Acesso em setembro/2022.


National Institutes of Health. Vitamin E – Fact Sheet for Health Professionals. Disponível em: https://ods.od.nih.gov/factsheets/VitaminE-HealthProfessional/. Acesso em setembro/2022.


Aranow C. Vitamin D and the immune system. J Investig Med. 2011 Aug;59(6):881-6. Disponível em: https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/21527855/. Acesso em setembro/2022.


Dardenne M. Zinc and immune function. Eur J Clin Nutr. 2002 Aug;56 Suppl 3:S20-3. Disponível em: https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/12142956/. Acesso em setembro/2022.


Asif N, Iqbal R, Nazir CF. Human immune system during sleep. Am J Clin Exp Immunol. 2017 Dec 20;6(6):92-96. PMID: 29348984; PMCID: PMC5768894. Disponível em: https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/29348984/. Acesso em setembro/2022.


Embrapa. “Quantidade de selênio nas castanhas-do-brasil varia de acordo com região”. Disponível em https://www.embrapa.br/busca-de-noticias/-/noticia/11010983/quantidade-de-selenio-nas-castanhas-do-brasil-varia-de-acordo-com-regiao Acesso em setembro/2022.


Encontre o Benegrip ideal para você

Imagem da embalagem de Benegrip.

Benegrip®

O poder dos dois comprimidos
Benegrip® combate de maneira eficaz os sintomas de gripes e resfriados.1

Encontre aqui Saiba mais
Imagem da embalagem de Benegrip® Multi Dia.

Benegrip® Multi Dia

Combate os sintomas de gripes e resfriados, com um potente* efeito analgésico e descongestionante, sem dar sono4.

Encontre aqui Saiba mais
Imagem da embalagem de Benegrip® Multi Noite.

Benegrip® Multi Noite

Combate os sintomas de gripes e resfriados com um potente* efeito analgésico, descongestionante e antialérgico, para ajudar a dormir melhor5.

Encontre aqui Saiba mais

Suplemento Alimentar

Embalagem do Benegrip® Imuno Energy

Benegrip® Imuno

Cuida da sua imunidade e energia para te ajudar na recuperação da gripe.

Encontre aqui Saiba mais