string(338) "SELECT * FROM ctas INNER JOIN tipo_conteudos ON tipo_conteudos.idConteudos = ctas.tipoConteudoCta INNER JOIN projetos ON projetos.idProjeto = tipo_conteudos.idConteudos INNER JOIN rel_ctas_posts ON rel_ctas_posts.relCta = ctas.idCta INNER JOIN posts ON rel_ctas_posts.relPost = posts.idPost WHERE ctas.idConteudos="16" AND relPost="1795";" O que é IgG e IgM, para que servem e qual a diferença entre eles?

Usamos cookies para personalizar conteúdos e melhorar a sua experiência. Para mais informações, acesse o nosso Aviso Externo de Privacidade.

O que é IgG e IgM, para que servem e qual a diferença entre eles?

23/06/2022 o que é igg e igm

Você sabe o que é IgG e IgM? Essas nomenclaturas identificam as imunoglobulinas, proteínas que atuam como anticorpos do organismo, que agem principalmente para defender nosso corpo contra a invasão de microrganismos causadores de infecções.

De modo geral, os exames de anticorpos IgG e IgM servem para identificar a presença ou mensurar a concentração de cada uma dessas proteínas de defesa em nosso organismo, o que pode dar uma ideia de quando ou se realmente tivemos a contaminação de determinado patógeno.

Atualmente, a sorologia tem sido utilizada em testes rápidos de covid-19, como alternativa ao incômodo exame PCR-RT, que coleta uma amostra de secreção nas narinas e garganta para detectar se há presença de material genético do coronavírus no DNA do paciente.

No entanto, é preciso entender ao certo como funcionam esses testes e o que pode significar o IgG e IgM reagente, bem como a diferença entre esses anticorpos. Dessa forma, somos capazes de saber qual exame é o mais indicado e confiável para obter um diagnóstico. Continue lendo!

Para que servem exames de anticorpos?

No geral, exames de anticorpos como o IgG e IgM servem para avaliar se houve a exposição do indivíduo a uma doença, bem como o possível estágio da infecção. Chamado de sorologia, esse teste é feito a partir da coleta de sangue e estudo do líquido que se separa do material com a coagulação, o soro.

Assim, é possível identificar a presença de moléculas de imunoglobulina de diferentes tipos na corrente sanguínea, inclusive avaliando especificamente o papel de cada anticorpo. Ou seja, para qual tipo de infecção temos moléculas de defesa formadas.

O que é IgG e IgM?

A partir das informações acima, podemos compreender o que é IgG e IgM. Essas são moléculas de anticorpos utilizadas para combater a ação de patógenos causadores de infecções. Elas são desenvolvidas de maneira específica para cada tipo de microrganismo.

Isso significa que podemos ter anticorpos IgG e IgM para lutar contra o vírus da Influenza, responsável pela gripe, para o HIV, causador da AIDS e até mesmo para o Sars-Cov-2, o novo coronavírus que é responsável pela covid-19.

Vale ressaltar que temos outros tipos de imunoglobulinas no organismo, sendo distribuídas em cinco classes. Além da IgG e IgM, temos a IgE, IgA e IgD. Entre elas, apenas a IgE age contra alergias, por isso também é investigada com maior frequência, junto da G e M.

Qual a diferença entre IgG e IgM?

Sabendo o que são essas moléculas, qual seria a diferença entre IgG e IgM? Embora ambos os anticorpos G e M sejam importantes para proteger o organismo de processos infecciosos, a formação dessas moléculas e a sua aplicação apresentam algumas particularidades.

A curto prazo temos a ação do anticorpo IgM, ou imunoglobulina M, associada à ação do sistema imunológico para tratar a fase aguda de infecções. Este é um dos primeiros anticorpos formados quando o corpo adquire um patógeno, por volta do décimo dia após início do quadro sintomático.

As moléculas de IgM são chamadas de anticorpos de fase aguda por esse motivo. Elas se mantêm em circulação intravascular por um período curto, diretamente ligado à presença do microrganismo causador da doença no corpo humano.

Por outro lado, as moléculas de IgG são chamadas de anticorpos de memória. Essas proteínas de defesa do sistema imune são formadas em momentos tardios da infecção, especialmente no momento da recuperação dos seus efeitos.

Os anticorpos IgG ficam principalmente no plasma do sangue e servem para proteger o organismo de infecções futuras causadas pelo mesmo patógeno. São altamente específicos para cada invasor e permanecem na corrente sanguínea por longos períodos.

De todo modo, o corpo pode formar a molécula de imunoglobulina G a partir do contato com o agente infeccioso, o que é esperado como resultado da aplicação de vacinas para imunização.

Exames de anticorpos para covid-19

Agora que já sabemos o que é IgG e IgM, podemos voltar nosso foco para os exames de anticorpos que detectam a presença de moléculas dessa classe para combater a infecção do novo coronavírus.

O teste rápido de covid-19 é um tipo de exame de sorologia que visa identificar a presença de anticorpos IgG e IgM contra essa doença no sangue de uma pessoa. De modo geral, ele pode ser indicado para quem apresentou sintomas a pelo menos sete dias.

No entanto, esse não é o exame mais assertivo para diagnóstico de covid-19. Quanto ao IgM, eles podem não apresentar volume suficiente para serem detectados, gerando falsos negativos.

Algo similar ocorre no IgG, que pode ser detectado depois de 14 dias do início dos sintomas e se mantém em circulação por períodos acima de seis meses, porém o limite máximo ainda é desconhecido.

Caso esteja com sintomas e suspeita de covid-19 por menos de sete dias, o mais recomendado é a realização do PCR-RT, exame de biologia molecular. Lembrando que logo que sentir os primeiros sinais de alerta, é indicado iniciar o isolamento para evitar uma possível propagação do vírus.

Como analisar o resultado do exame de IgG e IgM?

Depois de falar o que é IgG e IgM, vamos finalizar mostrando como pode ser lido o resultado do exame desses anticorpos. Quer saber o que significa IgG e IgM reagente ou não-reagente?

Reagente é o mesmo que um resultado positivo, ou seja, a presença da molécula foi detectada. Logo, não-reagente é um resultado negativo, indicando que não temos determinado anticorpo ou que a quantidade presente é muito pequena, incapaz de ser observada.

Com base nas possíveis combinações de resultados, temos:

O que é IgG e IgM negativo?

Indica ausência de infecção, tanto em fase aguda quanto tardia

O que é IgG e IgM positivo?

Indica que temos uma infecção recente, porém contendo anticorpos tardios, tendo pelo menos duas semanas do início do contágio

O que é IgG positivo e IgM negativo?

É indicação de infecção tardia, de três semanas ou mais, com possibilidade de imunidade contra o vírus, embora não haja tal garantia

O que é IgG negativo e IgM positivo?

Pode se tratar de infecção aguda, em fase inicial, entre sete e quatorze dias do início do quadro