Usamos cookies para personalizar conteúdos e melhorar a sua experiência. Para mais informações, acesse o nosso Aviso Externo de Privacidade.

Exercícios físicos e imunidade: qual a relação entre eles? + 5 dicas de atividades para iniciantes

27/05/2022 Prevenção da gripe

Uma vida mais saudável depende de hábitos que promovem o bem-estar, fortalecem nosso organismo e ajudam a cuidar do corpo. É assim que ocorre a interação entre exercícios físicos e imunidade, uma vantagem que fica cada vez mais em evidência. 

De modo geral, sabemos que praticar atividades físicas aumentam nossa energia, disposição e capacidade de executar tarefas desafiadoras. Também é notável que desenvolver esse hábito traz benefícios consideráveis para a saúde mental, promovendo uma vida mais alegre e plena. 

No entanto, o nosso foco agora se volta para o papel da prática de exercícios para aumentar a imunidade. Vamos entender como isso funciona para desenvolver o nosso organismo.  

Por fim, separamos várias dicas sobre como começar e se manter firme nas atividades físicas, além de uma lista completa de práticas recomendáveis para iniciantes que estão na busca por menos sedentarismo e mais saúde. Aproveite a leitura! 

Relação entre exercícios físicos e imunidade 

Para entender as interações que ocorrem entre exercícios físicos e imunidade, precisamos compreender o impacto que essas atividades têm em nosso organismo. 

Em uma abordagem simplificada, todo exercício provoca uma carga controlada de estresse no corpo humano, como uma espécie de inflamação que, por sua vez, demanda uma resposta do metabolismo, do sistema nervoso e do sistema imunológico para lidar com esse evento. 

 É como se o esforço físico treinasse também as nossas células, neurotransmissores e hormônios para fornecerem a energia necessária para realizar tais atividades, ao mesmo tempo que eles melhoram sua capacidade de responder a estímulos externos. 

No geral, o tipo de exercício e a carga aplicada, de leve a intensa por exemplo, podem desencadear efeitos diferentes no organismo.  

Enquanto atividades de intensidade moderada trazem grandes benefícios para a imunidade, outras mais agudas podem aumentar a incidência de lesões ou de problemas respiratórios, caso o atleta não tome os cuidados necessários. 

Vale destacar que para que a prática de exercícios físicos traga bons resultados, independentemente do objetivo, é ideal que ela esteja acompanhada de orientação profissional, uma dieta nutritiva, suplementos complementares e outros hábitos mais saudáveis. 

Quais exercícios físicos reforçam a imunidade? 

Conforme mencionado, se o seu foco for fortalecer o sistema imunológico, é importante selecionar com cuidado a intensidade e o tempo de duração do treino que deseja adotar para sua rotina. 

Para aproveitar os benefícios da relação entre exercícios físicos e imunidade, recomendam-se atividades leves ou moderadas, com duração de 20 minutos a 1 hora, dependendo de quantos dias na semana você pretende reservar um tempo para se movimentar. 

Exercícios mais intensos também podem trazer benefícios para a imunidade, mas nesses casos, o planejamento e o investimento de tempo costumam exigir uma dedicação maior, tanto nos exercícios quanto na suplementação. 

O cuidado deve ser elevado na prática de atividades de intensidade mais aguda e com duração superior ao período de 1 hora, que podem causar imunossupressão e sobrecarga para o sistema cardiorrespiratório, contraindicados para sedentários e pacientes com comorbidades diversas. 

5 dicas de exercícios leves para fortalecer a imunidade 

1. Caminhada 

A caminhada é uma excelente atividade física para aumentar a imunidade, já que demanda pouquíssimo investimento e pode ser integrada facilmente na rotina diária. 

Cerca de 20 a 30 minutos por dia já é o suficiente para que o exercício físico fortaleça a imunidade, além de outros benefícios como queima de calorias, aumento da capacidade pulmonar, controle do apetite e melhora na sensação de bem-estar. 

Para caminhar, um par de tênis apropriados é uma boa pedida, já que eles aumentam o conforto e evitam lesões. Depois disso, é só começar a andar. Uma boa ideia é deixar o carro na garagem para percorrer distâncias curtas a pé. 

2. Corrida 

O próximo passo, depois da caminhada, pode ser a corrida. Ideal para quem tem um pouco mais de fôlego, mas não quer nada muito complicado.  

Ela pode ser praticada em qualquer lugar e é altamente indicada que seja feita com o uso de calçados próprios para absorver o impacto, dar mais impulso e evitar lesões. 

O tempo de duração pode variar de 30 minutos a 1 hora, todos os dias ou alternando ao longo da semana. Quanto ao ritmo, um trote leve já é o suficiente. 

3. Ciclismo 

Pedalar também é uma boa ideia para quem deseja uma atividade leve, prazerosa e capaz de fortalecer a imunidade. 

Ela também é capaz de promover a coordenação motora, aumentar a resistência muscular, emagrecer, regular a pressão, e é mais indicada para quem tem dores nas articulações, já que oferece baixo impacto. 

Você pode tanto praticar o ciclismo como esporte ou hobby. Também há a alternativa de usar a bicicleta como meio de transporte no dia a dia, o que economiza combustível e melhora sua saúde. 

4. Pular corda 

Quer opções para praticar em casa? Temos também. Uma atividade física leve, que pode ser até feita de brincadeira, é pular corda. Perfeita para a aeróbica, essa prática pode melhorar o fôlego, resistência muscular e coordenação motora. 

5. Séries de exercícios 

Para quem deseja variedade e praticidade, é possível optar por séries de exercícios funcionais, como abdominais, polichinelos, pranchas e similares. Com a vantagem de serem feitos em qualquer lugar, com ou sem equipamentos. 

Existem muitas séries de exercícios que podem ser adquiridas ou obtidas gratuitamente na internet. No entanto, recomenda-se o cuidado de verificar se a fonte do treino é capacitada e confiável, para ter algum tipo de suporte, mesmo que remoto. 

Como começar a praticar atividades físicas para aumentar a imunidade? 

Para quem não pratica nenhuma atividade, começar pode ser um desafio e tanto. Mas é possível vencê-lo. Separamos aqui dicas rápidas para espantar o sedentarismo e aproveitar os benefícios dos exercícios físicos na imunidade. Confira! 

  • Coloque os exercícios na rotina: planeje seu dia e reserve um tempo para a prática de exercícios, evitando que se crie desculpas de falta de tempo; 
  • Acompanhamento profissional: profissionais de nutrição e educação física podem ajudar a criar séries de exercícios e montar uma rotina completa para estimular os bons resultados; 
  • Estabeleça metas: criar metas ajuda a ter um ponto de referência para se motivar, um objetivo realista e adequado ao seu tipo físico e realidade; 
  • Invista no vestuário: roupas, acessórios e calçados apropriados promovem o conforto durante a prática, aumentam o bem-estar e evitam lesões, que acabariam causando desmotivação; 
  • Planeje sua evolução: aumente a carga gradativamente e fique de olho no aumento de performance, fazendo com que cada passo te motive a continuar. 

A interação entre exercícios físicos e imunidade, entre muitos outros fatores importantes para nossa saúde, é bem clara. Afinal, adotar hábitos mais saudáveis é investir na qualidade de vida e num futuro melhor para si mesmo. 

Chegou Benegrip Imuno!

Imagem ilustrativa com embalagens dos produtos Benegrip Imuno Complex e Benegrip Imuno Energy. Em fundo verde, com o texto escrito

Mais nova linha de Benegrip, agora de suplementos de vitaminas e minerais escolhidos para fortalecer* seu sistema imunológico e reforçar** sua energia.

Benegrip Imuno Complex: O primeiro em cápsulas gelatinosas***, possui uma fórmula exclusiva*** que irá auxiliar na prevenção* e fortalecer* o seu sistema imunológico. Saiba mais!

Benegrip Imuno Energy: Comprimidos efervescentes com um complexo exclusivo*** de vitaminas e minerais escolhidos que irão contribuir com sua energia** e auxiliar no sistema imune. Saiba mais!

Benegrip Imuno Complex e Benegrip Imuno Energy são alimentos isentos de registro de acordo com a RDC 27/2010.*Referente ao Benegrip Imuno Complex que contém vitamina D, C, A e Zinco que auxiliam no funcionamento do sistema imune.**Referente ao Benegrip Imuno Energy que contém vitamina C e Zinco que auxiliam no metabolismo energético, e de proteínas, carboidratos e gorduras, respectivamente.***IQVIA. PMB. Agosto, 2021. Mapeamento do mercado de vitaminas.