Usamos cookies para personalizar conteúdos e melhorar a sua experiência. Para mais informações, acesse o nosso Aviso Externo de Privacidade.

Dor de cabeça e garganta seca: 5 possíveis causas + como melhorar

17/02/2022 Dor de cabeça e garganta seca

Alguns sintomas de quadros inflamatórios podem ocorrer simultaneamente, causando um grande desconforto para quem estiver adoecido. Entre eles, sentir dor de cabeça e a garganta seca estão entre os mais comuns e também mais irritantes. 

Na prática, eles variam ainda de intensidade, duração, frequência e quadro geral, fatores que também servem para obter possíveis diagnósticos e tratamentos mais adequados para cada caso.  

Pensando nisso, vamos falar sobre as causas da garganta seca e dor de cabeça mais recorrentes, abordando também o que fazer para trazer alívio e facilitar a recuperação. 

Quer entender melhor esses sintomas? Então aproveite a leitura! 

Entenda os sintomas: dor de cabeça e garganta seca 

Primeiramente, vamos ver como é comum ocorrer a interação entre dor de cabeça e garganta seca em inflamações diversas. De início, o mais comum é o organismo detectar a presença de microrganismos na região da garganta, iniciando um processo que causa a irritação local. 

Normalmente, ao perceber corpos estranhos, como vírus, bactérias ou simplesmente partículas de poeira, o sistema imune reage para tentar expulsar o invasor e combater eventuais efeitos negativos causados por ele. 

Por isso, sentimos a garganta arranhando por conta da irritação na mucosa que a reveste internamente. Dessa forma, teremos reflexos para movimentar a musculatura local ou forçar para fora o agente externo, sendo comum o pigarro ou tosse seca. 

Ao mesmo tempo, os vasos sanguíneos na região se dilatam, para facilitar o transporte de linfócitos, nossas células de defesa, oxigênio e demais nutrientes necessários para o combate ao invasor. O lado negativo dessa reação é o inchaço e dor, que pode atingir outras regiões próximas e levar até a dor de cabeça 

Também é comum nesse caso que o paciente sinta a região ressecada, normalmente como resultado de dificuldade em ingerir líquidos, perda de apetite, enjoo, respiração pela boca por conta de congestão nasal ou efeitos similares, que são mais compreensíveis ao observarmos as causas da garganta seca. 

Possíveis causas para garganta seca 

Agora que já temos uma compreensão maior sobre como ocorre a garganta seca e dor de cabeça, vamos citar as principais causas desses sintomas. De modo geral, entender o que provoca esse quadro pode auxiliar no tratamento e prevenção, medidas importantíssimas para garantir o seu bem-estar. 

1. Infecções respiratórias 

Em primeiro lugar temos infecções respiratórias causadas por vírus e bactérias, como é o caso da gripe e do resfriado comum, dois tipos muito comuns e similares de processos infecciosos.  

A garganta seca pode ser sintoma de uma delas, principalmente como resultado da inflamação atingindo a faringe, região que liga as narinas até o esôfago.  

Assim como mencionado, pessoas que sofrem com náusea e dor de garganta também podem diminuir a ingestão de líquidos, porém, beber água, sucos ou chás são medidas importantes para evitar o ressecamento local, que pode piorar a irritação, além de garantir nutrientes e fluidos essenciais para o corpo se recuperar. 

Como tratar? 

Para diminuir a sensação de dor de cabeça e garganta seca durante gripes e resfriados, a ingestão de líquidos é o primeiro passo importante, pois mantém a mucosa hidratada e evita lesões. Colocar um umidificador de ambiente também pode aliviar a garganta seca. 

Além disso, é recomendado manter a inflamação sob controle. Para isso, evite alimentos sólidos, fale somente quando for necessário e sem forçar a voz, prefira bebidas quentes e, se possível, faça gargarejos com água morna e uma pitada de sal. 

Ao mesmo tempo, o uso de medicamentos com ação analgésica, anti-inflamatória e antialérgica pode ser recomendado pelo médico para tratar esse e demais sintomas até a recuperação total. 

2. Inflamações locais 

Inflamações na garganta podem deixar a região ressecada e irritada, mesmo sem que esse processo seja desencadeado por doenças respiratórias. Nesse caso, as causas mais comuns são a faringite, laringite e amigdalite. 

Como explicado, o processo inflamatório é uma reação comum do sistema imunológico para combater corpos estranhos e microrganismos diversos. 

Como tratar? 

Os tratamentos para faringite e laringite costumam ser bem parecidos. Além de repouso e hidratação, analgésicos e anti-inflamatórios são altamente indicados para aliviar a garganta seca e demais sintomas presentes no quadro. 

Também é recomendado realizar exames adicionais para identificar possíveis causas para essas inflamações, que podem ser agudas ou crônicas. 

3. Alergias 

Reações alérgicas também podem causar a sensação de garganta seca e dor de cabeça, principalmente quando a pessoa entra em contato com poeira, mofo, pelos de animais ou outras partículas similares, facilmente inaladas ou engolidas. 

Nesse quadro, é comum sentir um ressecamento local ou ficar com a garganta arranhando. Além disso, podem ocorrer queixas como coriza, congestão nasal, dor de cabeça e na garganta, dificuldade de respirar e similares. 

Em geral, as áreas afetadas são bem isoladas, mas o desconforto sentido é grande e merece cuidados. 

Como tratar? 

Para tratar alergias, é recomendado o uso de remédios descongestionantes e anti-histamínicos. Que controlam a reação do organismo por conta desses corpos estranhos, aliviando os sintomas e promovendo o seu bem-estar. 

De outro modo, como forma de prevenção, manter o ambiente limpo e bem ventilado são ótimas iniciativas, assim como tentar identificar e isolar o agente responsável pela reação alérgica. 

4. Respiração pela boca 

Sobretudo quando a sensação de garganta seca ocorre ao acordar, a causa pode ser a respiração através da boca durante o repouso. Com o aumento do fluxo de ar, carregado de partículas de poeira e sem qualquer filtragem, a faringe fica ressecada e exposta a agentes que podem provocar a irritação. 

Quem sofre disso também costuma queixar de apneia, ronco, refluxo e outros distúrbios durante o sono, levando a um repouso ineficaz para recuperar as energias, causando sensação de fadiga e até mesmo a baixa imunidade. 

Como tratar? 

Uma alternativa simples é manter um copo d’água na cabeceira da cama, tomando assim que acordar para lavar e hidratar a garganta ressecada. Porém, essa é uma medida de eficácia momentânea, para agir na causa, seja ela qual for, é recomendado procurar um médico especialista em distúrbios do sono ou gastroesofágicos. 

5. Desidratação  

A desidratação também pode levar a queixas de dor de cabeça e garganta seca. Nesse quadro, a pessoa se queixa de tontura, náusea e irritação na garganta. Por conta da falta de água no organismo, a saliva fica espessa e perde a capacidade de manter a boca e garganta umedecidas. 

Pessoas que bebem pouca água durante o dia estão mais propensas a desenvolver esse quadro, que pode agravar e aumentar as chances de cálculos renais, desnutrição e baixa imunidade.  

Como tratar? 

A melhor dica de tratamento é estimular a ingestão de líquidos, principalmente água, ao longo do dia. De modo geral, a quantidade diária recomendada é de pelo menos dois litros de água, além de outras bebidas, preferencialmente naturais. 

A única ressalva para isso envolve pacientes que apresentam comorbidades que levam a retenção de líquidos, sendo importante consultar o médico antes de aumentar a quantidade de água ingerida diariamente. 

O que fazer para aliviar dor de cabeça? 

Agora que já mostramos o que fazer para tratar a garganta seca, nos resta abordar o que pode ser feito para aliviar dor de cabeça. Nesse caso, as recomendações são mais simples, confira: 

  • Faça repouso, de preferência em um local silencioso e com pouca luz; 
  • Compressas quentes ou frias no pescoço e na testa podem trazer alívio; 
  • Beba líquidos para evitar a desidratação; 
  • Use medicamentos com ação analgésica, seguindo a prescrição médica. 

De modo geral, o tratamento para dor de cabeça e sintomas associados a ela dependerá do diagnóstico obtido com o médico. Em casos leves e moderados, as medidas citadas podem servir, porém, não deixe de consultar o pronto-atendimento caso sinta dores mais intensas e persistentes. 

Esperamos que esse conteúdo tenha ajudado a trazer alívio para sua dor de cabeça e garganta seca. Lembre-se de observar o quadro como um todo e acompanhar os demais sintomas para comunicar ao seu médico e assim obter um diagnóstico mais preciso. 

Por enquanto, vamos ficando por aqui. Fique de olho em nosso blog para mais dicas sobre sintomas, tratamentos, saúde e bem-estar. Até a próxima! 

Referências Consultadas
Centers for Disease Control and Prevention. Rhinoviruses. Disponível em: <https://www.cdc.gov/features/rhinoviruses/index.html>. Acesso em novembro/2021.

Xie H, He SH. Roles of histamine and its receptors in allergic and inflammatory bowel diseases. World J Gastroenterol. 2005 May 21;11(19):2851-7. doi: 10.3748/wjg.v11.i19.2851. PMID: 15902718; PMCID: PMC4305649.

Medical News Today [Internet]. How do you cure a dry throat?. 14 de março de 2018. Disponível em: <https://www.medicalnewstoday.com/articles/321201#treatments-and-home-remedies>. Acesso em novembro/2021.

Se for gripe, Benegrip!

Imagem ilustrativa com embalagens dos produtos Benegrip, Benegrip Multi Dia, Benegrip Multi Noite e Benegrip Multi. Em fundo laranja, com o texto escrito

Benegrip tem a linha mais completa* do mercado para o tratamento dos sintomas de gripes e resfriados. Para promover o bem-estar e te ajudar a enfrentar a gripe , Benegrip está disponível em diferentes versões, para variados momentos e necessidades de toda a família!

Benegrip: versão tradicional e eficaz contra os sintomas da gripe. Com o poder dos 2 comprimidos (verde e laranja), combate as dores, febre, congestão nasal. Saiba mais sobre Benegrip

Benegrip Multi: antigripal líquido infantil para crianças a partir de 2 anos. Sua fórmula é feita à base de paracetamol, que combate as dores e a febre. Além disso, tem descongestionante e antialérgico que ajuda a acabar com o nariz entupido. Conheça o Benegrip Multi para cuidar da gripe das crianças!

Benegrip Multi Dia e Multi Noite: Fórmulas pensadas especialmente para os diferentes sintomas do Dia e da Noite e com forte** poder analgésico e descongestionante. A versão Dia não dá sono e contém descongestionante nasal. Já a versão Noite tem antialérgico e ajuda a dormir melhor. Veja como Benegrip Multi Dia e Multi Noite podem te ajudar.
*Linha com a maior quantidade de SKUs do mercado de antigripais. Fonte: IQVIA-PMB Mar/21. **Fórmula com alta concentração de ativos (800mg de paracetamol + 20mg de fenilefrina)