Usamos cookies para personalizar conteúdos e melhorar a sua experiência. Para mais informações, acesse o nosso Aviso Externo de Privacidade.

Para que serve o selênio? Conheça os 4 principais benefícios!

10/03/2022 para que serve o selênio

Uma dieta rica em vitaminas e minerais é essencial para uma vida saudável, aumentando a importância de reconhecer os benefícios de cada um desses nutrientes, assim como as principais fontes alimentares para sua ingestão. 

Nesse contexto, você sabe para que serve o selênio? Esse mineral é um micronutriente com propriedades antioxidantes e possui um grande potencial para fortalecer a imunidade e promover o nosso bem-estar. 

Quer saber mais sobre os benefícios que podem ser adquiridos pelo consumo regular de selênio? Então continue lendo! 

O que é e para que serve o selênio? 

O selênio é um mineral encontrado amplamente em compostos orgânicos e inorgânicos, o que faz com que ele seja distribuído continuamente através da cadeia alimentar, com as plantas retirando o elemento do solo e entregando-o para o consumo de animais e humanos. 

Em relação ao seu papel como micronutriente, o selênio serve para a manutenção da saúde, fortalecimento da imunidade, combate ao envelhecimento precoce e prevenção de doenças diversas. Ele também se mostra eficiente no controle metabólico dos hormônios da tireoide. 

Estudos em andamento apontam indícios e visam comprovar ainda que o selênio também serviria para prevenção do câncer, suporte no combate às viroses e capaz de fornecer ação anti-inflamatória para auxiliar o organismo a se recuperar de lesões, doenças e outros problemas. 

Benefícios do selênio para a nossa saúde 

Agora que entendemos para que serve o selênio, vamos entender como essas ações se refletem em benefícios práticos para nossa saúde e bem-estar. 

Ação antioxidante 

Um dos grandes benefícios do selênio é sua poderosa ação antioxidante. Isso significa que ele previne os danos causados pelos radicais livres, um subproduto natural do metabolismo com potencial nocivo, capaz de acelerar o envelhecimento das células. 

O excesso de radicais livres no organismo, que pode agravar com hábitos prejudiciais à saúde como tabagismo, abuso de álcool e estresse, é capaz de acelerar a oxidação e prejudicar a saúde das estruturas que compõem nosso organismo. 

Radicais livres fazem parte do nosso metabolismo e também desempenham funções biológicas importantes, no entanto, é essencial controlar seus níveis no organismo para evitar o desenvolvimento de males crônicos. 

O selênio é uma substância com excelente potencial antioxidante, responsável por reduzir o stress oxidativo nas células por meio do controle dos níveis de radicais livres. 

Para se ter uma ideia, o stress oxidativo está ligado a um processo degenerativo das células, um fator que pode contribuir ao envelhecimento precoce, aumenta o risco de acidente vascular e é associado ao surgimento de doenças crônicas como Alzheimer, câncer e problemas cardiovasculares diversos. 

Prevenção a doenças degenerativas 

Ainda ligado ao seu papel como antioxidante, o selênio também serve para evitar o declínio da saúde mental que pode ocorrer com a idade, principalmente em se tratando de casos onde há indícios de doenças degenerativas do sistema nervoso. 

O stress oxidativo é um dos fatores que podem levar ao desenvolvimento de Alzheimer, esclerose múltipla e a Doença de Parkinson. 

Nesse caso, o consumo de selênio contribui para a prevenção e aumenta a qualidade de vida desses pacientes. Pessoas com problemas cognitivos moderados apresentaram melhora na saúde mental após a ingestão de suplementos de selênio. 

De maneira similar, dietas que incluem alimentos ricos em selênio apresentaram uma correlação com o menor risco de desenvolver Alzheimer. 

Reforço para a saúde da tireoide 

A tireoide é uma glândula responsável pela produção de hormônios T3 e T4, auxiliando na regulagem do metabolismo e das funções biológicas de diversos órgãos vitais, como o cérebro, coração, fígado e rins. 

Também é nela que ficam as maiores reservas de selênio no organismo, considerando que esse mineral é essencial para a produção hormonal da tireoide.  

Quando há falta desse nutriente, a pessoa pode desenvolver um tipo de hipotireoidismo conhecido como tireoidite de Hashimoto, o que faz com que as células do sistema imunológico ataquem a glândula e reduzam sua eficiência. 

Desenvolvimento e fortalecimento da imunidade 

Outro benefício que pode ser associado à função do selênio como antioxidante é o fortalecimento da imunidade, que pode ser adquirido por meio da inclusão do nutriente na dieta ou ainda com o uso de suplementos de selênio. 

Isso ocorre também pela redução do stress oxidativo, o que pode reduzir os efeitos negativos em processos inflamatórios e aumentar a eficiência dos mecanismos de defesa do nosso organismo. 

Pacientes soropositivos podem reduzir o aparecimento de doenças oportunistas ao assegurar bons níveis de selênio no corpo. De maneira similar, durante quadros de gripe, tuberculose e hepatite C, o suplemento de selênio também se mostra eficaz no fortalecimento e manutenção do sistema imune

Alimentos ricos em selênio para incluir na dieta 

castanha do pará rica em selênio

O selênio é encontrado no solo e posteriormente é absorvido por plantas, introduzindo esse nutriente na cadeia alimentar. Isso significa que a riqueza do solo influencia a concentração do mineral nas plantas e na carne dos animais que se alimentam delas, assim como no organismo dos humanos. 

Entre os alimentos que apresentam maior concentração do micronutriente e que podem ser introduzidos na dieta, temos: 

  • Castanha do Pará; 
  • Farinha de trigo; 
  • Pão francês; 
  • Ovos; 
  • Arroz; 
  • Leite em pó; 
  • Feijão; 
  • Alho; 
  • Repolho; 
  • Peito de frango; 
  • Sardinha. 

Suplemento de selênio: quando é recomendado? 

Apesar dos benefícios comprovados e da importância do selênio para nossa saúde, nem sempre é recomendado fazer uso de suplemento alimentares com esse composto, já que o consumo excessivo também pode trazer riscos à saúde. 

Em geral, a quantidade recomendada para ingestão diária de selênio varia de acordo com o perfil e a idade de cada indivíduo, conforme a lista abaixo: 

  • 0 a 6 meses de idade: 15 microgramas; 
  • 7 meses a 3 anos: 20 microgramas; 
  • 4 a 8 anos: 30 microgramas; 
  • 9 a 13 anos: 40 microgramas; 
  • Acima de 14 anos: 55 microgramas; 
  • Gestantes: 60 microgramas; 
  • Lactantes: 70 microgramas. 

Quando consumido em excesso, o selênio pode levar a sintomas como falta de ar, febre e náusea, além de poder prejudicar o funcionamento do coração, fígado e rins. 

Dessa forma, o uso de suplemento de selênio idealmente deve ser acompanhado por seu médico ou nutricionista, para garantir que a ingestão fique dentro dos níveis seguros.  

No geral, isso é indicado para pessoas que possuem dificuldade para obter o nutriente com a alimentação ou possuem condições que aumentam sua demanda, como é o caso do HIV, doença de Crohn, osteoartrite deformante, cardiomiopatia endêmica, entre outras. 

Pronto, agora você já sabe para que serve o selênio e como obter o nutriente, seja na alimentação ou com o apoio de suplementos. Dessa forma, é possível fortalecer a imunidade e prevenir diversas doenças. 

Quer mais dicas sobre vitaminas e minerais que contribuem para sua saúde e estimulam as defesas do organismo? Então continue ligado no Portal da Saúde. Até a próxima!

Referências consultadas
National Institutes of Health [Internet]. Selenium – Fact Sheet for Health Professionals. Disponível em: https://ods.od.nih.gov/factsheets/Selenium-HealthProfessional/. Acesso em janeiro/2022.

Stone CA, Kawai K, Kupka R, Fawzi WW. Role of selenium in HIV infection. Nutr Rev. 2010;68(11):671-681. doi:10.1111/j.1753-4887.2010. 00337.x

Steinbrenner H, Al-Quraishy S, Dkhil MA, Wunderlich F, Sies H. Dietary selenium in adjuvant therapy of viral and bacterial infections. Adv Nutr. 2015;6(1):73-82. Published 2015 Jan 15. doi:10.3945/an.114.007575

Hoffmann PR, Berry MJ. The influence of selenium on immune responses. Mol Nutr Food Res. 2008;52(11):1273-1280. doi:10.1002/mnfr.200700330

Santos JR, Gois AM, Mendonça DM, Freire MA. Nutritional status, oxidative stress and dementia: the role of selenium in Alzheimer’s disease. Front Aging Neurosci. 2014; 6:206. Published 2014 Aug 28. doi:10.3389/fnagi.2014.00206

Rita Cardoso, B., Apolinário, D., da Silva Bandeira, V. et al. Effects of Brazil nut consumption on selenium status and cognitive performance in older adults with mild cognitive impairment: a randomized controlled pilot trial. Eur J Nutr 55, 107–116 (2016). https://doi.org/10.1007/s00394-014-0829-2

Schnabel R, Lubos E, Messow CM, Sinning CR, Zeller T, Wild PS, Peetz D, Handy DE, Munzel T, Loscalzo J, Lackner KJ, Blankenberg S. Selenium supplementation improves antioxidant capacity in vitro and in vivo in patients with coronary artery disease The SElenium Therapy in Coronary Artery disease Patients (SETCAP) Study. Am Heart J. 2008 Dec;156(6):1201.e1-11. doi: 10.1016/j.ahj.2008.09.004. PMID: 19033020; PMCID: PMC3624729.

Ventura M, Melo M, Carrilho F. Selenium and Thyroid Disease: From Pathophysiology to Treatment. Int J Endocrinol. 2017; 2017:1297658. doi:10.1155/2017/1297658

Chegou Benegrip Imuno!

Imagem ilustrativa com embalagens dos produtos Benegrip Imuno Complex e Benegrip Imuno Energy. Em fundo verde, com o texto escrito

Mais nova linha de Benegrip, agora de suplementos de vitaminas e minerais escolhidos para fortalecer* seu sistema imunológico e reforçar** sua energia.

Benegrip Imuno Complex: O primeiro em cápsulas gelatinosas***, possui uma fórmula exclusiva*** que irá auxiliar na prevenção* e fortalecer* o seu sistema imunológico. Saiba mais!

Benegrip Imuno Energy: Comprimidos efervescentes com um complexo exclusivo*** de vitaminas e minerais escolhidos que irão contribuir com sua energia** e auxiliar no sistema imune. Saiba mais!

Benegrip Imuno Complex e Benegrip Imuno Energy são alimentos isentos de registro de acordo com a RDC 27/2010. *Referente ao Benegrip Imuno Complex que contém vitamina D, C, A e Zinco que auxiliam no funcionamento do sistema imune. **Referente ao Benegrip Imuno Energy que contém vitamina C e Zinco que auxiliam no metabolismo energético, e de proteínas, carboidratos e gorduras, respectivamente. ***IQVIA. PMB. Agosto, 2021. Mapeamento do mercado de vitaminas.