Usamos cookies para personalizar conteúdos e melhorar a sua experiência. Para mais informações, acesse o nosso Aviso Externo de Privacidade.

Por que espirramos? Função, causas e 6 fatos sobre o espirro

27/05/2022 porque-espirramos

Você já se perguntou por que espirramos? Para que serve esse mecanismo? O que causa o espirro? 

Hoje vamos responder essas perguntas e abordar uma série de fatos curiosos sobre esse importante mecanismo de defesa do nosso corpo. Vamos falar sobre tudo, definição, principais causas, qual a função e entender se espirrar faz bem ou mal no fim das contas. 

Continue lendo! 

O que é um espirro? 

De modo simplificado, o espirro é um mecanismo de defesa do organismo.  

Normalmente, quando o corpo detecta a entrada ou presença de corpos estranhos nos dutos nasais, ele reage com uma pequena irritação e um espasmo, que empurra o muco e tudo que estiver no caminho para fora das narinas. 

Os causadores dessa reação variam bastante, pode se tratar de pólen, poeira, ácaros, fumaça de cigarro, produtos químicos, odores fortes ou outros microrganismos, como vírus e bactérias. 

Com isso, também podemos indicar que o espirro está entre os principais sintomas de muitas doenças que afetam o sistema respiratório, como alergias, rinite, sinusite, gripe e resfriado. 

Afinal de contas, por que espirramos? 

E então, por que espirramos? Basicamente, isso serve para limpar a mucosa nasal e expelir corpos estranhos que possam ter se alojado no local.  

No interior das narinas, temos uma série de folículos capilares que filtram o ar e são capazes de prender microrganismos e partículas sólidas, evitando que eles continuem invadindo o nosso corpo. Esses folículos sentem a presença desses corpos estranhos e enviam um sinal de alerta ao cérebro. 

Como reação, temos o espirro. A musculatura que controla a respiração começa a se preparar para contrair rapidamente, causando um tipo característico de arrepio. Então, acontece exatamente isso, uma contração súbita, que também faz os olhos se fecharem e a língua se mover para cima. 

Com isso, saliva, muco e outros fluidos são forçados para fora do canal das narinas de maneira intensa e repentina. Junto desses fluidos, o corpo expulsa gotículas contendo micróbios, vírus, bactérias ou outro possível invasor que tenha chegado ao sistema respiratório. 

Funciona praticamente como uma limpeza a jato, porém, isso também pode dispersar no ambiente uma grande quantidade de partículas contaminadas por vírus e bactérias, tornando o espirro em uma das principais formas de transmissão para doenças respiratórias causadas por esses patógenos. 

No entanto, não se engane, até mesmo e a respiração e a fala podem propagar esses agentes, embora em menor quantidade relativa ao espirro. 

Causas para um espirro 

Assim como tosse e a febre, por exemplo, o espirro é um mecanismo de defesa e também um sintoma de que algo não está indo bem em nosso organismo. Aqui temos uma lista de possíveis causas para o espirro: 

  • Gripe; 
  • Resfriado; 
  • Alergia (pólen, poeira, ácaros, entre outros); 
  • Rinite (alérgica, aguda e crônica); 
  • Covid-19. 

Afinal, por que espirramos quando estamos gripados? Nesse caso, alguns fatores podem contribuir para essa reação. Em primeiro lugar, temos a presença do vírus da Influenza no organismo, que pode se alojar também na mucosa nasal, dando início ao espirro para se livrar do invasor. 

Além disso, durante a gripe, ocorre inflamação da mucosa nasal, causando o nariz entupido e o acúmulo de secreção, logo, o corpo precisa forçar a expulsão do muco, para aliviar a obstrução nasal. 

Vale citar ainda que a secreção produzida na mucosa nasal também serve para hidratar a região e prender o vírus, impedindo que ele avance no organismo. Isso significa que secreção e espirro são duas importantes medidas de defesa do corpo para combater esse tipo de infecção. 

Por fim, também devemos reforçar que espirrar também pode ser sintoma de covid-19, principalmente da variante ômicron. Essa cepa é mais transmissível e contagiosa que as demais, ela afeta as vias respiratórias superiores, inflamando as mucosas e causando o espirro. 

6 fatos interessantes sobre espirros 

Agora que já sabemos porque espirramos e o que causa esse efeito, é hora de conhecer seis curiosidades interessantes sobre espirros. Confira: 

1. Espirrar faz bem ou mal? 

Podemos admitir que espirrar faz bem, uma vez que esse mecanismo promove uma limpeza das narinas e folículos que revestem a entrada dos dutos nasais. Dessa forma, é uma maneira do corpo prevenir a inalação de microrganismos causadores de doenças e alergias. 

De modo geral, nem todo espirro pode ser sintoma de uma doença, pode ser simplesmente para manter as mucosas limpas e manter a filtragem do ar inalado em um nível ideal. 

É lógico que devemos ficar atentos quando espirramos com muita frequência e temos outros sintomas concomitantes, como congestão nasal, coriza, dor de cabeça, tosse ou mesmo sangramento nasal. 

2. Luzes muito brilhantes, como o sol, provocam o espirro? 

Estudos apontam que até 35% da população mundial pode espirrar como reflexo ao olhar para uma fonte de luz muito brilhante, o que inclui o sol. A pesquisa testou diferentes intensidades e faixas luminosas, porém não foi possível identificar um tipo específico que cause mais espirros. 

O foco do teste apontou apenas que a mudança para luz de alta intensidade despertava tal reflexo, o que trouxe uma pequena preocupação para pilotos de aviões, que se apresentarem esse tipo de fotossensibilidade, podem sofrer crises de espirro em certos momentos. 

No entanto, não há motivo de preocupação. Nada como óculos escuros e proteção UV para diminuir a intensidade da luz e também a possibilidade de isso ocorrer. 

3. Por que espirramos diversas vezes seguidas? 

Ainda há muita incerteza sobre porque espirramos várias vezes consecutivas, porém, a teoria é que o primeiro espirro não tenha sido forte o suficiente para limpar totalmente as vias respiratórias.  

Pode ser que o corpo não tenha conseguido puxar uma boa quantidade de ar antes de expelir ou significar que o estímulo ao espirro ainda está presente, principalmente quando se trata de uma inflamação persistente ou reação alérgica. 

De modo geral, é como se o corpo estivesse se certificando de que tudo fique bem limpo e livre de partículas invasoras. 

4. Qual a maneira correta de espirrar? 

Existe um jeito certo de espirrar? De certo modo, sim. Considera-se que minimizar a propagação de partículas de saliva contaminada pelo ar como uma forma ideal de espirrar, normalmente cobrindo o nariz e a boca antes disso ocorrer. 

O primeiro passo é tentar se preparar, principalmente se já estiver gripado, por exemplo. Nesse caso, mantenha lenços de papel sempre ao alcance e, ao perceber um espirro se aproximando, pegue um para cobrir o rosto. 

Se não tiver como pegar um lenço, vire o rosto para um lado onde não há ninguém e cubra com a parte interna do cotovelo. Evite espirrar nas mãos e, caso isso ocorra, lave imediatamente as mãos com água e sabão, ou faça a higienização com álcool gel. 

5. Por que espirramos com os olhos fechados? 

Fechar os olhos faz parte do reflexo muscular que leva ao espirro, porém, não se sabe se isso apresenta uma relação mais prática ou direta. Os olhos não vão pular para fora das órbitas e dificilmente alérgenos expelidos irão retornar ao organismo por essa via. 

6. Segurar um espirro faz mal? 

Sim, segurar um espirro pode fazer mal e causar muito desconforto. A contração que gera o espirro é involuntária e ela acontece você segurando ou não. Isso gera uma espécie de pressão, que força a cavidade nasal e pode forçar os vasos sanguíneos ao redor da região, incluindo nos olhos e ouvidos. 

Gostou do post? Então compartilhe nas redes sociais e não deixe de conferir as últimas novidades do Portal da Saúde, o seu canal de informações sobre saúde, bem-estar e imunidade.

Se for gripe, Benegrip!

Imagem ilustrativa com embalagens dos produtos Benegrip, Benegrip Multi Dia, Benegrip Multi Noite e Benegrip Multi. Em fundo laranja, com o texto escrito

Benegrip tem a linha mais completa* do mercado para o tratamento dos sintomas de gripes e resfriados. Para promover o bem-estar e te ajudar a enfrentar a gripe , Benegrip está disponível em diferentes versões, para variados momentos e necessidades de toda a família!

Benegrip: versão tradicional e eficaz contra os sintomas da gripe. Com o poder dos 2 comprimidos (verde e laranja), combate as dores, febre, congestão nasal. Saiba mais sobre Benegrip

Benegrip Multi: antigripal líquido infantil para crianças a partir de 2 anos. Sua fórmula é feita à base de paracetamol, que combate as dores e a febre. Além disso, tem descongestionante e antialérgico que ajuda a acabar com o nariz entupido. Conheça o Benegrip Multi para cuidar da gripe das crianças!

Benegrip Multi Dia e Multi Noite: Fórmulas pensadas especialmente para os diferentes sintomas do Dia e da Noite e com forte** poder analgésico e descongestionante. A versão Dia não dá sono e contém descongestionante nasal. Já a versão Noite tem antialérgico e ajuda a dormir melhor. Veja como Benegrip Multi Dia e Multi Noite podem te ajudar.
*Linha com a maior quantidade de SKUs do mercado de antigripais. Fonte: IQVIA-PMB Mar/21.**Fórmula com alta concentração de ativos (800mg de paracetamol + 20mg de fenilefrina)