Usamos cookies para personalizar conteúdos e melhorar a sua experiência. Para mais informações, acesse o nosso Aviso Externo de Privacidade.

Como aumentar a imunidade nas crianças de modo descomplicado?

29/12/2021 Como aumentar a imunidade nas crianças? Separamos 6 dicas para fortalecer a saúde infantil e estimular o desenvolvimento das defesas do corpo.

Pais e mães estão sempre preocupados como o desenvolvimento saudável dos seus filhos, principalmente no que diz respeito ao sistema imunológico infantil, que inicia sua jornada na gravidez e não se torna completo até a adolescência.  

Nos primeiros anos de vida, os pequenos são mais vulneráveis, ficam doentes mais vezes e sofrem com sintomas mais fortes. Por isso, é muito importante saber como aumentar a imunidade nas crianças, para estimular o fortalecimento e eficiência das nossas células de defesa. 

Para auxiliar nesse processo, vamos falar um pouco mais sobre a imunidade infantil e dar algumas dicas que podem ser consideradas desde a gestação e outras que acompanharão o seu filho desde os primeiros passos. Boa leitura! 

O que é a imunidade? 

A imunidade é composta por um complexo sistema de órgãos, tecidos e células, responsáveis pelo combate a microrganismos invasores e corpos estranhos que apresentam potencial para causar danos ao nosso corpo ou mesmo interromper o funcionamento ideal da região afetada. 

Também é importante que podemos dividir a imunidade em dois tipos, a inata e a adquirida. Inata é aquela que está no corpo desde a gestação, formada a partir dos anticorpos fornecidos pela mãe e desenvolvida ao longo da vida. 

Já a adquirida ocorre quando ficamos doentes ou recebemos uma vacina contra determinada doença. O contato com o patógeno desperta uma resposta do corpo, que sendo bem-sucedida é memorizada para eventos futuros. 

Como é o sistema imunológico de bebês e crianças? 

Antes de pensar em como aumentar a imunidade nas crianças, é importante entender que esse sistema de defesa é diferente nos pequenos. Como podemos observar, a ausência do contato com microrganismos durante a gestação provoca uma baixa imunidade adquirida. 

Por outro lado, a imunidade inata também precisa se desenvolver, principalmente para lidar com vírus e bactérias que já circulam a muito tempo, sendo esses mais resistentes e impactantes na imunidade infantil. 

Vale destacar que novos patógenos, como o Sars-CoV-2 (causador da Covid-19), são menos potentes em crianças.  

Estudos indicam que a imunidade inata na infância está melhor equipada para combater esse tipo de vírus, resultando em um menor número de casos entre os pequenos. 

Como aumentar a imunidade nas crianças? 6 dicas 

Toda essa contextualização serve de base para as nossas dicas de como aumentar a imunidade infantil. De modo geral, o intuito é ajudar gestantes e pais de crianças estimular o comportamento certo para desenvolver defesas mais fortes. Confira! 

1. Comece já na gestação 

A formação do sistema imunológico do bebê começa na gestação, já no segundo mês, quando a placenta é a principal maneira da mãe fornecer anticorpos ao feto.  

Nesse período, o sistema imunológico da mãe é alterado para que ele não ataque o bebê. Por isso, a gestante está mais vulnerável a doenças. Juntando isso com as demandas nutricionais para formação do feto, é muito importante que a mulher cuide da sua alimentação, garantindo assim o melhor para o bebê. 

O momento do parto é muito delicado e deve ser discutido caso a caso com o médico que acompanha a gravidez.  

No entanto, é relevante citar que o parto normal é uma forma de melhorar a imunidade infantil, considerando que o contato com microrganismos no canal vaginal serve como gatilho para que o recém-nascido inicie o processo de desenvolvimento imunológico. 

Logo na sequência, temos a amamentação. Por meio do leite materno, o bebê adquire os nutrientes essenciais para o desenvolvimento e os anticorpos da mãe para aumentar a sua imunidade.  

Dar o peito para o bebê assim que nasce é o ideal, assim como continuar o aleitamento materno o máximo que puder, mirando na expectativa de amamentar até os dois anos de idade. 

2. Mantenha a carteira de vacinação em dia 

A vacinação em dia é essencial para estimular a imunidade adquirida das crianças e garantir o seu desenvolvimento saudável.  

Seguras, testadas e aprovadas, as vacinas já erradicaram muitas doenças e são uma das formas mais imperativas para aumentar a imunidade nas crianças e adolescentes. 

3. Desenvolva o gosto nos pequenos por comidas saudáveis 

Já falamos anteriormente sobre alimentos para aumentar a imunidade infantil, dica que retorna quando falamos sobre como aumentar a imunidade nas crianças. Estimular uma alimentação nutritiva e saudável é essencial para promover hábitos alimentares positivos para a vida toda. 

Por mais que as crianças sejam difíceis, vale a pena incentivar o paladar e o gosto pela experimentação, o que pode tornar a aceitação de alimentos saudáveis em um processo mais fácil.  

Acesse a postagem e conheça alimentos que devem constar no cardápio do seu filho e confira dicas para estimular seu consumo: 5 alimentos que aumentam a imunidade infantil e como incentivar seu consumo 

4. Incentive o contato com pets e a natureza 

Brincar ao ar livre, ter contato com plantas e animais, se sujar. Tudo que faz parte de uma infância plena, alegre e estimulante, inclusive para o desenvolvimento da imunidade infantil.  

Mesmo com a tendência de desenvolver viroses com facilidade, o contato com microrganismos é responsável por estimular a resposta do corpo e formar uma imunidade adquirida mais eficiente. 

5. Promova a atividade física desde cedo 

Crianças são cheias de energia? Pois bem, gastá-la é uma boa forma de aumentar a imunidade infantil. Brincadeiras em que elas possam correr, se mexer bastante e ficar bem ativas estimulam o desenvolvimento do coração, músculos e tecidos ósseos. 

Dessa forma, é possível fortalecer a imunidade e o organismo infantil de uma maneira leve e simples. Como recompensa, a incidência de doenças e infecções pode diminuir drasticamente. 

6. Tenha cuidado com o uso de antibióticos 

Um fator que merece atenção se está na busca por aumentar a imunidade nas crianças é o uso de medicamentos indiscriminado de antibióticos.  

Por um lado, esses remédios podem eliminar microrganismos bons e ruins, sem fazer distinção entre eles. Do outro, podem desarranjar a flora intestinal, principalmente em bebês, e aumentar o risco de contaminação por um organismo mais resistente e grave. 

Toda medicação deve seguir as recomendações de dosagem e ativos indicada pelo pediatra, garantindo o tratamento adequado sem prejudicar o desenvolvimento da imunidade da criança. 

Como aumentar a imunidade nas crianças? Conclusão 

Deixar a criança ser criança é a melhor maneira de aumentar a imunidade infantil. Um desenvolvimento natural, equilibrado e estimulante faz parte de uma infância mais alegre e contribui para crianças mais fortes e saudáveis. 

O sistema imunológico infantil tem um longo caminho pela frente. Infelizmente, não podemos evitar que a criança fique doente, mas podemos estimular suas células de defesa para que os sintomas sejam mais amenos e a frequência diminua. 

E então, o que achou das nossas dicas? Continue ligado aqui no Portal da Saúde Benegrip para mais postagens informativas como essa. Até mais! 

Referências Consultadas

Hayward AR. The human fetus and newborn: development of the immune response. Birth Defects Orig Artic Ser. 1983;19(3):289-94. PMID: 6606446.

Simon AK, Hollander GA, McMichael A. Evolution of the immune system in humans from infancy to old age. Proc Biol Sci. 2015 Dec 22;282(1821):20143085. doi: 10.1098/rspb.2014.3085. PMID: 26702035; PMCID: PMC4707740.

Nature [Internet]. How kids’ immune systems can evade COVID. 10 de dezembro de 2020. Disponível em: < https://www.nature.com/articles/d41586-020-03496-7>. Acesso em outubro/2021.

As crianças estão gripadas? Tem Benegrip Multi!

Imagem ilustrativa com a embalagem do produto Benegrip Multi. Em fundo verde limão, com o texto escrito

Benegrip Multi é um antigripal líquido desenvolvido especialmente para as crianças a partir de 2 anos!
Em sabor frutas vermelhas, sua formulação combina a ação de três ativos que ajudam a combater os principais sintomas de gripes e resfriados que atingem as crianças.

Paracetamol: alívio das dores e febre
Fenilefrina: descongestionante nasal
Carbinoxamina: antialérgico que ajuda a aliviar a coriza

Benegrip Multi: pode ser usado em crianças a partir de 2 anos*. Clique aqui e saiba mais!
*Medicamento não deve ser utilizado no tratamento de bebês até 2 anos de idade, somente para crianças acima dessa idade.