Usamos cookies para personalizar conteúdos e melhorar a sua experiência. Para mais informações, acesse o nosso Aviso Externo de Privacidade.

Quais são os sintomas de resfriado? Quanto tempo dura, o que tomar? Saiba tudo!

26/05/2022 sintomas-de-resfriado

Conhecer os principais sintomas de resfriado é muito importante para antecipar o período sazonal da doença, que costuma ocorrer nos meses mais frios e secos do ano, principalmente entre abril e outubro, durante estações de outono e inverno. 

Ao mesmo tempo, esse conhecimento pode ajudá-lo a diferenciar os sintomas de resfriado comum, forte ou de outros quadros, desde uma reação alérgica até mesmo a covid-19, que na variante ômicron pode causar um mal-estar muito similar a ele. 

Pensando nisso, reunimos dúvidas frequentes sobre o que é, quais os sintomas, tempo de duração e dicas de tratamento para resfriado, entre muitas outras. Dessa forma, você pode agir de maneira preventiva e ao mesmo tempo fica por dentro de como melhorar dos sintomas de resfriado, caso fique doente. 

Aproveite a leitura! 

O que é o resfriado? 

O resfriado comum é um tipo de infecção viral que atinge o sistema respiratório, especialmente as vias aéreas superiores, incluindo nariz e garganta. De modo geral, é uma doença de intensidade leve a moderada, com baixo risco de desenvolver complicações. 

Uma grande variedade de vírus pode causar o resfriado, são mais de 200 patógenos conhecidos que podem estar por trás desse tipo de infecção, com os mais frequentes pertencendo as famílias do rinovírus e da parainfluenza. 

Esse é um dos motivos para manter a doença em circulação e impossibilitar o desenvolvimento de uma vacina eficaz, como temos no caso da gripe, por exemplo. 

Quais são os sintomas de resfriado? 

O diagnóstico é feito principalmente por meio da avaliação dos sintomas de resfriado. Em geral, as queixas mais comuns para a doença são: 

  • Inflamação ou irritação na garganta; 
  • Espirros; 
  • Coriza; 
  • Congestão nasal; 
  • Tosse; 
  • Mal-estar no corpo; 
  • Dor de cabeça. 

Normalmente, o incômodo na garganta ou nas narinas costuma ser o sintoma inicial, seguindo com tosse, espirros, prostração e coriza. A secreção nasal apresenta uma aparência clara, bem líquida e maior volume nos primeiros dias, ficando mais espessa e opaca com o tempo. 

Em raros casos, o resfriado dá febre, que costuma ficar abaixo dos 38 ºC. Normalmente esse sintoma é associado ao sistema imunológico enfraquecido ou alguma complicação da doença. Quando ocorre, se dá principalmente nos primeiros dias da infecção. 

De fato, os sintomas de gripe e resfriado são bem similares, porém, a febre é um efeito clássico dessa primeira. Causada pelo vírus da influenza, a gripe atinge o sistema respiratório completo, incluindo os pulmões, o que leva a um quadro de febre alta, acima de 38 ºC, como sintoma inicial da infecção. 

Quais os sintomas de resfriado infantil? 

Além disso, o quadro pode ser mais intenso, causando bastante mal-estar para os pequenos e preocupação aos pais. Nesse contexto, os sintomas do resfriado infantil incluem febre, tosse, coriza, espirros, nariz entupido, prostração e pode até diminuir o apetite da criança. As crianças costumam sofrer mais do que os adultos com infecções respiratórias, o que também vale para o resfriado. Elas podem contrair essa doença com mais frequência, com até 14 eventos por ano, enquanto uma pessoa adulta e saudável pode ficar resfriada em média duas vezes no mesmo período. 

O incômodo causado pela congestão nasal e irritação na garganta é mais forte também por uma questão de proporção. O tamanho reduzido das vias respiratórias de uma criança aumenta o impacto da obstrução aérea e pressão nas paredes das mucosas. 

Quanto tempo dura um resfriado? 

A duração do resfriado pode variar por muitos fatores, como o vírus causador da infecção, estado de saúde e imunidade do paciente, eficácia do tratamento e ocorrência de eventuais complicações, no entanto, a média é de quatro a dez dias. 

No geral, uma pessoa saudável pode ficar resfriada e sentir os sintomas em intensidade moderada nas primeiras 48 horas, com diminuição gradual após esse período até a recuperação completa, que deve ocorrer em mais dois ou três dias. 

Porém, de acordo com cada caso, um resfriado forte pode levar cerca de dez dias para sarar completamente.  

Vale destacar ainda que a tosse costuma ser mais persistente que os demais sintomas, levando até duas semanas para sumir completamente. 

Como se pega resfriado? Como prevenir? 

O método de transmissão principal para o resfriado é por meio do contato com secreções infectadas, principalmente gotículas de saliva dispersas no ambiente ao falar, tossir ou espirrar, que posteriormente são inaladas por terceiros, colocando o vírus em contato com as mucosas do sistema respiratório. 

Outra forma de contágio é a transmissão cruzada, quando se toca uma superfície contaminada com um dos vírus causadores do resfriado e depois se leva as mãos ao rosto, boca, nariz ou olhos.  

Geralmente, o resfriado é mais comum no inverno, pois o clima frio faz com que as pessoas fiquem mais tempo em locais fechados e com alguma aglomeração, em especial no local de trabalho. A proximidade e o compartilhamento do ambiente facilitam a propagação do vírus. 

Para se prevenir e evitar os sintomas de resfriados a recomendação é evitar ambientes fechados, manter uma distância segura e melhorar as práticas de higiene pessoal.  

É muito importante higienizar as mãos com frequência, utilizando álcool em gel ou água e sabão. Isso deve ser feito sempre que possível, especialmente após interagir com outras pessoas, tocar em superfícies como maçanetas e corrimões, e antes de levar as mãos ao rosto ou fazer uma refeição, por exemplo. 

Também é recomendado não compartilhar objetos, incluindo canetas, dispositivos móveis e principalmente copos e talheres. Desinfetar superfícies e objetos com álcool também pode ser uma medida efetiva para diminuir o risco de pegar um resfriado. 

Infelizmente, não temos uma vacina para o resfriado, mas a contaminação também pode ser evitada com o uso de máscaras e adoção de hábitos de longo prazo para fortalecer a imunidade. 

Como melhorar os sintomas de resfriado? 

Chegou a hora de ver o que é bom para resfriado. Vamos lá? 

De início, é importante destacar que não há remédio para curar o resfriado. Essa é uma doença autolimitada que é combatida exclusivamente pelo organismo, por meio do sistema imunológico.  

Dessa forma, o tratamento para resfriado consiste em aliviar os seus sintomas, controlar seu impacto e permitir que o organismo se recupere. Além disso, podemos implementar algumas medidas importantes para diminuir o incômodo causado pela doença. 

A recomendação mais importante é fazer repouso, que serve tanto para evitar a sobrecarga do organismo quanto para diminuir a disseminação do vírus. Além disso, como outras doenças podem causar sintomas similares, é essencial o resguardo para evitar a transmissão de infecções mais graves, incluindo variantes da covid-19. 

Enquanto descansa, a pessoa resfriada preferencialmente deve se manter aquecida e protegida, em um local limpo e bem ventilado. A presença de poeira, pólen e outros alérgenos (agentes capazes de provocar irritação no organismo) pode piorar o quadro. 

Outra dica é reforçar a ingestão de líquidos, principalmente em crianças que apresentaram febre durante o resfriado. Isso evita a desidratação e mantém as mucosas úmidas, o que pode aliviar a irritação, além de fornecer um importante componente para o corpo combater a doença. 

A inalação de vapor e utilização de um umidificador de ambientes pode auxiliar na hidratação das mucosas e desobstrução das vias respiratórias, diminuindo os efeitos da coriza e congestão nasal. 

Por fim, temos a opção de aliviar os sintomas de resfriado com remédios comuns ao tratamento de alergias e gripes. No entanto, antivirais e antibióticos não são eficazes no tratamento e devem ser evitados. 

O uso indevido desses medicamentos, sobretudo os antibióticos, pode prejudicar a imunidade, principalmente no que diz respeito ao organismo infantil. 

Qual o melhor remédio para resfriado? 

Já que levantamos alguns cuidados sobre remédios para resfriado, vamos citar os principais ativos que servem para diminuir o mal-estar causado pela infecção. 

A principal reação do organismo quando ficamos resfriados é iniciar um processo inflamatório, que dilata os vasos sanguíneos para facilitar o transporte de células de defesa para a região atingida. No entanto, essa resposta também está por trás dos sintomas que sentimos. 

Dessa forma, anti-inflamatórios não esteroides, analgésicos e antitérmicos são os principais aliados do tratamento, diminuindo a inflamação, a dor e reduzindo a febre, respectivamente. 

A seguir, temos os remédios que visam aliviar o restante do quadro. Os ativos antialérgicos, também chamados de anti-histamínicos, servem para diminuir a irritação e coceira nas mucosas, o que também ajuda a controlar sintomas como tosse, coriza e espirros. 

Para diminuir a congestão nasal e lidar com o acúmulo de secreção, descongestionantes e xaropes podem ser administrados no tratamento do resfriado. De modo geral, os mesmos medicamentos que servem para aliviar uma gripe devem servir para o resfriado. 

Resfriado ou covid-19: qual a diferença? 

Até aqui, observamos que o resfriado é uma infecção leve do sistema respiratório, capaz de provocar sintomas moderados e que atacam principalmente as vias aéreas superiores. 

O diagnóstico é feito ao observar os sintomas de resfriado, porém, esses são muito similares ao de outras doenças, incluindo a variante omicron da covid-19.  

Essa cepa altamente transmissível ataca de maneira similar ao resfriado, pode atingir até mesmo quem já pegou coronavírus e aumentou consideravelmente o número de casos. 

Apenas por meio dos sintomas, é praticamente impossível saber se temos um resfriado ou covid-19. Para isso, é recomendado fazer o teste de detecção do coronavírus. Por conta da suspeita e risco, é indicado fazer repouso, distanciamento e usar máscaras ao manifestar os sintomas. 

Quais as possíveis complicações de um resfriado não tratado? 

De modo geral, até mesmo os sintomas de resfriado forte costumam não oferecer um grande risco, sumindo em um período médio de quatro a dez dias do início do quadro.  

Porém, podem surgir complicações que prolongam a doença e tornam o organismo mais fraco e suscetível a doenças oportunistas. 

Um resfriado pode evoluir para uma otite, infecção bacteriana do ouvido médio, sinusite, inflamação dos seios paranasais, desencadear crises de asma ou provocar faringite, rinite e outros quadros similares. 

Todas essas inflamações e infecções prolongam o mal-estar e fazem com que os sintomas se tornem mais persistentes, impactando na qualidade de vida do paciente. Como citado, crianças sofrem mais com o resfriado e são mais sensíveis a complicações, por isso o cuidado deve ser redobrado. 

Quando o resfriado é motivo de preocupação? 

Normalmente, um resfriado pode ser tratado em casa e sem maiores dificuldades, porém, o nível de alerta sobre quando a intensidade do quadro não diminui com o passar do tempo, principalmente se estender a duração por períodos de duas ou três semanas. 

Já no caso do resfriado infantil, todo cuidado é necessário para proteger a saúde dos pequenos. Para bebês e crianças, os seguintes sintomas podem indicar um quadro mais severo e exigem a procura por um atendimento médico de urgência: 

  • Febre alta e persistente, que não cede e dura por mais de três dias; 
  • Dor de ouvido; 
  • Respiração prejudicada ou dificultosa; 
  • Muito choro e prostração; 
  • Dores no abdômen; 
  • Vômito ou diarreia. 

Checklist sobre o resfriado  

Os sintomas de resfriado costumam ser moderados e refletem a natureza leve da infecção, no entanto eles não devem ser ignorados.  

Fique atento a evolução do quadro e não se esqueça das principais informações apresentadas no post: 

Sintomas  – Os sintomas de resfriado comum são garganta inflamada ou irritada, tosse, espirro, coriza, nariz entupido, dor e mal-estar; 

– A febre é rara, mas pode ocorrer, principalmente entre bebês e crianças; 
Causas  – O resfriado pode ser causado por mais de 200 vírus diferentes; 
Prevenção  – Evitar ambientes fechados, fazer uma boa higiene pessoal, utilizar álcool em gel e máscaras são medidas indicadas para prevenção do resfriado; 
Tratamento  – O foco dos remédios para resfriado é aliviar os sintomas e facilitar a recuperação do organismo;  

– Além dos remédios, o tratamento inclui repouso, muita hidratação e umidificação das vias respiratórias;  

– Evite a disseminação da doença, caso pegue um resfriado, fique em casa;  
Complicações  – Não tratar corretamente os sintomas do resfriado pode levar a outras inflamações e prolongar o quadro. 

Não deixe de compartilhar o post com amigos e familiares caso ache as informações úteis para eles. Apesar do baixo risco, tomar o devido cuidado com os sintomas de um resfriado é essencial para evitar complicações e agilizar a recuperação.  

Esperamos que tenha gostado do nosso guia prático sobre sintomas de resfriado. Para mais dicas de saúde e bem-estar, continue ligado no Portal da Saúde!

Referências consultadas

1 Allan GM, Arroll B. Prevention and treatment of the common cold: making sense of the evidence. CMAJ. 2014 Feb 18;186(3):190-9.


2 American Lung Association. Facts About the Common Cold. Disponível em: https://www.lung.org/lung-health-diseases/lung-disease-lookup/influenza/facts-about-the-common-cold. Acesso em março/2022.


3 Manual MSD [Internet]. Resfriado comum. Disponível em: https://www.msdmanuals.com/pt-br/casa/infec%C3%A7%C3%B5es/v%C3%ADrus-respirat%C3%B3rios/resfriado-comum. Acesso em março/2022.


4 World Health Organization. Influenza (Seasonal). 6 de novembro de 2018. Disponível em: https://www.who.int/news-room/fact-sheets/detail/influenza-(seasonal). Acesso em março/2022.


5 Instituto Butantan [Internet]. Conheça os sintomas mais comuns da ômicron e de outras variantes da Covid-19. 15 de dezembro de 2021. Disponível em: https://butantan.gov.br/noticias/conheca-os-sintomas-mais-comuns-da-omicron-e-de-outras-variantes-da-covid-19. Acesso em março/2022.


Se for gripe, Benegrip!

Imagem ilustrativa com embalagens dos produtos Benegrip, Benegrip Multi Dia, Benegrip Multi Noite e Benegrip Multi. Em fundo laranja, com o texto escrito

Benegrip tem a linha mais completa* do mercado para o tratamento dos sintomas de gripes e resfriados. Para promover o bem-estar e te ajudar a enfrentar a gripe , Benegrip está disponível em diferentes versões, para variados momentos e necessidades de toda a família!

Benegrip: versão tradicional e eficaz contra os sintomas da gripe. Com o poder dos 2 comprimidos (verde e laranja), combate as dores, febre, congestão nasal. Saiba mais sobre Benegrip

Benegrip Multi: antigripal líquido infantil para crianças a partir de 2 anos. Sua fórmula é feita à base de paracetamol, que combate as dores e a febre. Além disso, tem descongestionante e antialérgico que ajuda a acabar com o nariz entupido. Conheça o Benegrip Multi para cuidar da gripe das crianças!

Benegrip Multi Dia e Multi Noite: Fórmulas pensadas especialmente para os diferentes sintomas do Dia e da Noite e com forte** poder analgésico e descongestionante. A versão Dia não dá sono e contém descongestionante nasal. Já a versão Noite tem antialérgico e ajuda a dormir melhor. Veja como Benegrip Multi Dia e Multi Noite podem te ajudar.
*Linha com a maior quantidade de SKUs do mercado de antigripais. Fonte: IQVIA-PMB Mar/21.**Fórmula com alta concentração de ativos (800mg de paracetamol + 20mg de fenilefrina)