Usamos cookies para personalizar conteúdos e melhorar a sua experiência. Para mais informações, acesse o nosso Aviso Externo de Privacidade.

Resfriado comum: causas, sintomas e como evitá-lo

15/10/2021 resfriado comum

Mesmo sendo uma doença corriqueira e de baixo risco, não há dúvidas de que o resfriado comum é capaz de atrapalhar nossa rotina, o que eleva a importância de adotar medidas para prevenir e remediar corretamente esse problema.  

Pensando nisso, criamos um guia prático sobre tudo que precisa saber sobre a doença. Entenda o que a causa, confira os principais sintomas, saiba como evitá-la e descubra como tratar um simples resfriado. Além disso, veja como diferenciá-lo de uma gripe e saiba quando ele pode ser um sinal de alerta sobre sua saúde. 

O que é o resfriado comum? 

De modo geral, o resfriado comum é uma infecção viral de pequeno porte, limitada a parte superior do sistema respiratório, que inclui basicamente o nariz, a boca e a garganta. Pode ser causado por mais de 200 vírus diferentes, sendo o Rinovírus o mais comum, seguido do Parainfluenza. 

O resfriado é transmitido pelo contato direto ou indireto com a secreção de uma pessoa contaminada, que pode ocorrer ao tocar em superfícies como maçanetas, canetas e corrimões, ou ainda por meio dos aerossóis lançados ao ambiente quando o paciente espirra ou tosse. 

Uma vez que o vírus entra no organismo, o período de incubação costuma ser curto, manifestando os sintomas em cerca de dois dias. Depois disso, o quadro pode durar entre quatro e sete dias, em média. 

Quais são os principais sintomas do resfriado comum? 

Assim como outras infecções virais no sistema respiratório, o resfriado causa reações de irritabilidade nas mucosas e provoca desconforto na pessoa afetada. Os sintomas mais comuns são: 

  • coriza e/ou congestão nasal; 
  • dor de garganta; 
  • tosse e espirros; 
  • leve perda de paladar e olfato; 
  • dor de cabeça; 
  • pode ocorrer febre baixa; 
  • dor muscular. 

A intensidade para a maioria desses sintomas é leve ou moderada. Casos de febre são raros e, quando ocorrem, costumam ficar abaixo dos 38 ºC.  

Por conta do sistema imunológico ainda em desenvolvimento, crianças são mais afetadas por esses sintomas e a incidência de febre, ainda que baixa, é mais frequente nesse grupo. 

Qual a diferença entre gripe e resfriado? 

Com tantas similaridades, é importante entender qual a diferença entre o resfriado comum e a gripe, para obter um diagnóstico mais preciso e um tratamento adequado para cada situação. 

Apesar das similaridades, são doenças distintas. Isso significa que o resfriado não é uma forma leve de gripe como algumas pessoas podem acreditar, sendo provocado por patógenos específicos, que não resultam em qualquer tipo de gripe. 

Além da causa, o curto tempo de incubação, os sintomas mais leves, a costumeira ausência de febre e a menor duração do quadro colocam o resfriado comum em um cenário de menor risco, quando comparado com a gripe comum, causada pelo vírus da Influenza. 

Por fim, as possíveis complicações para cada doença também variam. A gripe, quando não tratada corretamente, pode levar a um quadro de pneumonia, representando um risco elevado.  

Já o resfriado comum não costuma causar complicações mais graves, resumindo-se a inflamações como otite ou laringite apenas. 

Quando devo me preocupar? 

Mesmo sem evoluir para quadros mais graves, ainda é recomendado enfrentar o resfriado comum com certo cuidado. Apesar do baixo risco, ele tem seu custo para o sistema imune e o corpo precisa se recuperar após a doença. 

Também vale se preocupar quando a sua frequência é alta. o. Isso é um sinal de que a imunidade está enfraquecida e o organismo não está conseguindo combater os causadores dessa virose. 

Por último, pessoas idosas, crianças, gestantes e outras pertencentes aos grupos mais vulneráveis devem tomar cuidados adicionais para se prevenir, já que podem sofrer com sintomas mais fortes do que um adulto saudável, mesmo se tratando de um resfriado simples. 

Como prevenir e tratar um resfriado?  

A prevenção do resfriado é dificultada pela grande variedade de vírus capazes de causar a doença. Dessa forma, não há sazonalidade previsível, com casos de resfriado no verão e inverno sendo ocorrências extremamente normais. 

Pelo mesmo motivo, não há como desenvolver uma vacina eficiente, como ocorre com a gripe. Muitas pessoas acreditam que o imunizante da Influenza também seria capaz de evitar resfriados, mas não é o caso.  

Assim, as melhores maneiras de prevenir o resfriado comum estão na adoção de hábitos de higiene mais assertivos e no fortalecimento do sistema imunológico a longo prazo.  

Ou seja, nos resta tomar medidas para interromper a cadeia de transmissão e fornecer ao corpo tudo que ele precisa para combater os causadores do resfriado. 

Lavar as mãos com frequência, evitar o compartilhamento de objetos, preferir ambientes abertos e usar máscaras quando tiver sintomas ou visitar alguém que os apresente são cuidados importantes para a rotina pessoal. 

Quanto à imunidade, é recomendado uma dieta nutritiva e balanceada, rica em vitaminas A, B, C e E, minerais como zinco e selênio, entre outros. Junto disso, beber bastante água, dormir oito horas por noite, praticar atividades físicas e combater o estresse são medidas relevantes para evitar resfriados. 

Mesmo com todo o cuidado possível, ainda é possível pegar um resfriado comum. Quando estamos com o sistema imune fortalecido, os sintomas são ainda mais leves e a duração da doença pode ser encurtada. 

Independentemente disso, é recomendado utilizar medicamentos como analgésicos e antialérgicos, para diminuir o mal-estar. Porém, é fundamental consultar um médico antes e não se automedicar. Também é ideal se hidratar bastante e fazer repouso, o que ajuda o organismo a se recuperar e evita a transmissão para outras pessoas.

Referências Consultadas
Benegrip [Internet]. Bula Benegrip. Disponível em <https://www.benegrip.com.br/bula.php>. Acesso em outubro/2021.

Benegrip [Internet]. Bula Benegrip Multi. Disponível em <https://www.benegrip.com.br/bula-benegrip-multi.php>. Acesso em outubro /2021.

Benegrip [Internet]. Bula Benegrip Dia. Disponível em <https://www.benegrip.com.br/bula-benegrip-dia.php>. Acesso em outubro /2021.

Benegrip [Internet]. Bula Benegrip Noite. Disponível em <https://www.benegrip.com.br/bula-benegrip-noite.php>. Acesso em outubro /2021.

Allan GM, Arroll B. Prevention and treatment of the common cold: making sense of the evidence. CMAJ. 2014 Feb 18;186(3):190-9.

American Lung Association. Facts About the Common Cold. Disponível em <https://www.lung.org/lung-health-diseases/lung-disease-lookup/influenza/facts-about-the-common-cold>. Acesso em outubro/2021.

Se for gripe, Benegrip!

Imagem ilustrativa com embalagens dos produtos Benegrip, Benegrip Multi Dia, Benegrip Multi Noite e Benegrip Multi. Em fundo laranja, com o texto escrito

Benegrip tem a linha mais completa* do mercado para o tratamento dos sintomas de gripes e resfriados. Para promover o bem-estar e te ajudar a enfrentar a gripe , Benegrip está disponível em diferentes versões, para variados momentos e necessidades de toda a família!

Benegrip: versão tradicional e eficaz contra os sintomas da gripe. Com o poder dos 2 comprimidos (verde e laranja), combate as dores, febre, congestão nasal. Saiba mais sobre Benegrip

Benegrip Multi: antigripal líquido infantil para crianças a partir de 2 anos. Sua fórmula é feita à base de paracetamol, que combate as dores e a febre. Além disso, tem descongestionante e antialérgico que ajuda a acabar com o nariz entupido. Conheça o Benegrip Multi para cuidar da gripe das crianças!

Benegrip Multi Dia e Multi Noite: Fórmulas pensadas especialmente para os diferentes sintomas do Dia e da Noite e com forte** poder analgésico e descongestionante. A versão Dia não dá sono e contém descongestionante nasal. Já a versão Noite tem antialérgico e ajuda a dormir melhor. Veja como Benegrip Multi Dia e Multi Noite podem te ajudar.
*Linha com a maior quantidade de SKUs do mercado de antigripais. Fonte: IQVIA-PMB Mar/21. **Fórmula com alta concentração de ativos (800mg de paracetamol + 20mg de fenilefrina)